F2

Sette Câmara aproveita problema de De Vries e volta a vencer na F2 na Áustria

A seca de Sérgio Sette Câmara na Fórmula 2 ganhou um ponto final. O brasileiro capitalizou em cima de problemas de Nyck de Vries, que perdeu potência enquanto liderava, e Louis Delétraz, que bateu. É a primeira vitória de Sérgio desde 2017

Grande Prêmio / VITOR FAZIO, de Berlim
Parecia que Nyck de Vries ia usar a corrida 2 da Fórmula 2, realizada neste domingo (30) no Red Bull Ring, para se recuperar do resultado decepcionante do sábado, com vitória escapando nas últimas voltas. No fim das contas, a redenção que se viu foi outra: a de Sérgio Sette Câmara, um dia após polemizar com toque no companheiro Nicholas Latifi. O brasileiro tomou a liderança após perda de potência do holandês ainda nas primeiras voltas, tomando as rédeas da prova e acabando com seca de quase dois anos sem vitórias, desde a rodada de Spa-Francorchamps de 2017.
 
Além de ver De Vries se complicar, Sette Câmara fez ultrapassagens quando precisava. Jordan King e Louis Delétraz foram superados rapidamente. Enquanto liderava, o brasileiro viu a pressão de Delétraz acabar de forma dramática – o suíço bateu após perder freios. Tudo estava jogando a favor de Sérgio, que só precisou manter vantagem após relargada sob safety-car para vencer.
Sérgio Sette Câmara (Foto: FIA Fórmula 2)
O segundo lugar ficou com Luca Ghiotto, sem ritmo para ameaçar Sette Câmara. De Vries, sem novos sustos com o carro, herdou um pódio. Após a corrida, o holandês revelou que o problema foi um acionamento involuntário do limitador de velocidade para o pit-lane.
 
Mick Schumacher fez grande corrida, terminando em quarto após largar em 19º. Nobuharu Matsushita foi quinto, enquanto Nicholas Latifi salvou um sexto lugar após largar em nono. Jordan King surgiu em sétimo enquanto Guanyu Zhou, perdendo ritmo no fim, foi oitavo.
 
Saiba como foi a corrida 2 da F2 no Red Bull Ring

A corrida 2 da F2 na Áustria teve problemas para Tatiana Calderón antes mesmo da largada. Assim como Mick Schumacher um dia antes, a colombiana deixou o carro morrer no grid. Assim, o bólido da Arden precisou ser levado ao pit-lane, de onde largaria.
 
A largada manteve Jordan King, pole reverso, na liderança. Louis Delétraz apareceu em segundo, enquanto Nyck de Vries saltou para terceiro. Sérgio Sette Câmara, que tentou passar o holandês de todos os jeitos, seguiu em quarto. Guanyu Zhou, Luca Ghiotto, Jack Aitken e Anthoine Hubert fechavam a zona de pontos.
 
Na segunda volta, De Vries foi o único piloto a girar na casa de 1min18s, deixando claro que era o piloto a ser batido. Sem surpresas, o piloto da ART conseguiu passar King já na volta 3. Agora na liderança, o desafio passava a ser evitar o que aconteceu na corrida 1 – perder muitas posições e a vitória por desgaste de pneus.
Nyck de Vries perdeu potência (e outra vitória) (Foto: FIA F2)
Mas não era para ser. De Vries perdeu potência na saída da curva 4. Apesar de recuperar performance segundos depois, foi suficiente para cair de primeiro para sexto. Isso deixava a liderança novamente com King.
 
Só que King estava muito pressionado. Delétraz virou o líder ao passar o britânico, manobra replicada por Sette Câmara uma volta depois. A briga passava a ser claramente entre o suíço e o brasileiro pela primeira posição, com o britânico perdendo terreno.
 
Sette Câmara não quis perder tempo. O brasileiro aproveitou que Delétraz não teve tempo para abrir vantagem e mergulhou na curva 3, tomando a liderança. Era um momento muito importante para Sérgio, sem vitória na F2 desde 2017.
 
King, enquanto isso, seguia andando para trás. Zhou também passou o piloto da MP, tomando o terceiro lugar. Ghiotto e De Vries, pouco depois, trataram de deixar o britânico em sexto. O holandês, aliás, parecia ter ritmo normal após o susto de minutos antes.

Com as primeiras posições se estabilizando, a parte de trás da zona de pontos reservava as melhores disputas. Lutando pelo sétimo lugar, Aitken tocou a asa dianteira na traseira de Hubert. Jack imediatamente danificou o carro e escapou para a caixa de brita. Anthoine, com alguma dose de sorte, seguiu normalmente.
 
Schumacher, oitavo após ganhar muito terreno nas primeiras voltas, era o próximo rival de Hubert. O alemão fez ultrapassagem na curva 3, passando a ter King no horizonte. Mick eventualmente tomou também o sexto lugar.
Louis Delétraz perdeu freios e bateu (Foto: Reprodução)
Se a briga por pontos tinha jeito de boxe, a pela vitória tinha mais cara de xadrez. Sette Câmara ainda liderava, mas apenas 0s7 na frente de Delétraz, que esperava a hora do ataque. Mais atrás, a hora do ataque veio na volta 16 para Ghiotto – o italiano mergulhou para superar Zhou, assumindo o terceiro lugar.
 
Na volta 20, um grande susto. Delétraz perdeu os freios na aproximação da curva 1, batendo com alguma força. O suíço saiu ileso do carro, mas com a decepção de ver o sonho da vitória evaporar. O safety-car foi acionado, reagrupando todo mundo.

A relargada prometia ser um problema para Sette Câmara, com Ghiotto logo atrás. Só que não foi bem assim: o brasileiro teve velocidade nas retas para evitar ataques. A vantagem nunca cresceu demais, mas isso não foi problema: a vitória estava no bolso, encerrando o jejum de quase dois anos.

F2 2019, Red Bull Ring, corrida 2:

1 S SETTE CÂMARA DAMS 28 voltas  
2 L GHIOTTO UNI-Virtuosi +0.5  
3 N DE VRIES ART +5.5  
4 M SCHUMACHER Prema +5.7  
5 N MATSUSHITA Carlin +6.2  
6 N LATIFI DAMS +13.2  
7 J KING MP +14.0  
8 G ZHOU UNI-Virtuosi +15.0  
9 C ILOTT Charouz +15.6  
10 J CORREA Charouz +16.6  
11 N MAZEPIN ART +18.2  
12 A HUBERT Arden +24.0  
13 S GELAEL Prema +19.4  
14 T CALDERÓN Arden +21.1  
15 P O'WARD MP +22.2  
16 A MAINI Campos +22.8  
17 R TVETER Trident +25.3  
18 J AITKEN Campos +35.3  
19 L DELÉTRAZ Carlin +9 voltas NC
20 G ALESI Trident +25 voltas NC

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.