Nascar

Vídeo: Ward entra na pista para reclamar e é atropelado por Stewart em pista de terra em Nova York

Kevin Ward Jr. perdeu o controle do carro ao disputar posição com o tricampeão da Nascar Tony Stewart e, furioso, desceu do carro e foi para o meio da pista reclamar com o adversário. Stewart não conseguiu desviar e o atropelou

Warm Up / Redação GP, de São Paulo
Uma imagem registrada por um torcedor que estava nas arquibancadas do oval de terra de Canandaigua registrou o momento em que Tony Stewart atropelou o jovem piloto Kevin Ward Jr., de 20 anos, que morreu em decorrência do acidente.

Ward e Stewart disputavam posição na noite deste sábado (9) quando o tricampeão da Nascar espalhou e acabou empurrando o adversário para o muro. Insatisfeito, o piloto desceu do carro #13 para reclamar no meio da pista na passagem seguinte dos carros, já sob bandeira amarela. Um carro desviou, mas Stewart não, acertando em cheio Ward. A cena é forte:


Tony Stewart atropela e mata piloto Kevin Ward Jr. em corrida de oval de terra

Devido ao acontecimento, Stewart, que ainda não tem vaga garantida no Chase da Nascar, decidiu ficar de fora da corrida deste domingo no circuito de Watkins Glen. Em nota, disse que "não há palavras para descrever a tristeza" e falou que seus pensamentos e orações estão com a família e os amigos de Ward. Não entrou no mérito do acidente. A Nascar e o proprietário do oval também se pronunciaram.

A tragédia está sendo investigada pela polícia do condado de Ontario, que fica na porção ocidental do estado de Nova Iorque. Por enquanto, nenhuma queixa criminal foi prestada contra o tricampeão da Nascar.

Stewart participa rotineiramente de provas em ovais de terra no tempo livre que tem entre as atividades da Nascar. Inclusive ficou de fora da parte final da temporada 2013 da categoria nacional devido a uma fratura na perna sofrida em uma prova do gênero.

Saiu o pacote de viagem do GRANDE PRÊMIO para a corrida decisiva da temporada.
Clique e consulte as vantagens
 | condições especiais prorrogadas


Globo chama Ecclestone para confirmar transmissão da F1 em 2015

A notícia dada pela revista 'Quatro Rodas' na última terça, de que a Globo deixaria de transmitir a F1 em 2015 passando os direitos para o SporTV, fez a emissora se mobilizar e, com ela, trouxe Bernie Ecclestone para garantir a F1 e o GP do Brasil com a Globo até 2020.

O chefão da categoria veio a público, na edição desta quinta-feira (7) do 'Globo Esporte', para desmentir a informação e confirmar que o rumo segue como desde 1972, com a emissora carioca transmitindo os GPs.

Leia a reportagem completa.