Endurance
04/05/2018 11:40 - Atualizada 04/05/2018 14:21

Pietro Fittipaldi escapa na Eau Rouge e sofre forte acidente durante classificação das 6h de Spa-Francorchamps

Durante a classificação do Mundial de Endurance das 6h de Spa-Francorchamps, Pietro Fittipaldi perdeu o controle do carro #10 e estampou a parede de proteção da curva Eau Rouge. De acordo com as primeiras informações, o piloto sofreu fraturas nas pernas
Warm Up
EVELYN GUIMARÃES, de Curitiba
VICTOR MARTINS, de São Paulo


Pietro Fittipaldi sofreu um forte acidente durante a classificação do Mundial de Endurance em Spa-Francorchamps, que recebe a primeira etapa da temporada 2018/2019 neste fim de semana.
 
O neto de Emerson Fittipaldi, que defende a equipe DragonSpeed da classe LMP1, escapou na entrada da Eau Rouge - a mais famosa e desafiante curva do veloz circuito belga - e estampou o muro, praticamente destruindo toda a parte dianteira do protótipo #10. O brasileiro faz a estreia no WEC.

"O carro já tinha dado algum problema similar nos testes. Agora na classificação, ele vinha muito rápido. A equipe pediu 'full' naquela volta para fazer o mais rápido possível, mas alguma coisa aconteceu que o freio não funcionou e ele foi reto. Foi uma pane elétrica, uma falha mecânica", contou Gugu da Cruz, pai do Pietro, ao GRANDE PRÊMIO.

"Agora o ano ficou todo comprometido. Na semana que vem, a gente ia anunciar o teste na F1. E pelo jeito a Indy...", completou, já lamentando a provável ausência do filho nas 500 Milhas de Indianápolis deste ano, em que estava confirmado no carro #19 da Dale Coyne. Fittipaldi participaria dias atrás do Programa de Orientação aos Novatos, o ROP, no Speedway, mas a equipe não conseguiu aprontar o carro a tempo.
Pietro Fittipaldi (Foto: Reprodução/Twitter)
De acordo com as primeiras informações – dadas inicialmente pelo jornal espanhol ‘Marca' –, Fittipaldi sofreu fraturas nas pernas por conta do impacto – ainda segundo a imprensa internacional –, os ferimentos maiores estão localizados na perna direita. O jovem foi prontamente atendido pelos serviços de resgate e encaminhado para o centro médico da pista da Bélgica.

A informação que Gugu recebeu — o pai estava em Hockenheim para acompanhar a performance do outro filho, Enzo, na F4 Alemã e, assim que soube do acidente, pegou o carro para ir a Spa — é de que Pietro tem pelo menos uma fratura em uma das pernas.

Mais tarde, a FIA emitiu um comunicado em que diz que Pietro não perdeu a consciência e que seu estado não provoca risco de vida, mas que há, sim, suspeita de fraturas nas duas pernas, o que levaria ao comprometimento quase que total de sua temporada, que se divide em WEC, Indy e Super Fórmula. Fittipaldi participaria dias atrás do Programa de Orientação aos Novatos, o ROP, no Speedway, mas a equipe não conseguiu aprontar o carro a tempo.
 
A sessão foi paralisada pela direção de prova com bandeira vermelha, para o atendimento ao piloto e aos reparos na barreira de pneus. O treino decisivo vinha com a liderança dos dois carros da Toyota, com o #7 à frente do #8. E foi reiniciado após 16 minutos de interrupção. 
GUIA WEC 2018/19
WEC abre Super Season histórica duas edições das 24h de Le MansAlonso inicia jornada pela Tríplice Coroa e encara temporada cheiaToyota representa ‘missão impossível’ para equipes independentes
QUEM É MAIS CULPADO?

PADDOCK GP DISCUTE BATIDA DE RICCIARDO E VERSTAPPEN EM BAKU
 

Últimas Notícias
sexta-feira, 25 de maio de 2018
Indy
Indy
Copa Truck
Copa Truck
Endurance
Copa Truck
F1
Indy
Copa Truck
F2
Indy
Copa Truck
Indy
Indy
Copa Truck
Galerias de Imagens
Facebook