Truck

Copa Truck mexe em calendário e troca Curitiba e Tarumã por Cascavel e Velopark

Assim como aconteceu com a Stock Car, a Copa Truck tirou Curitiba e Tarumã do cronograma. A categoria dos caminhões preferiu manter as provas nos estados originais e, assim, estará em Cascavel e Velopark

Grande Prêmio / Redação GP, de São Paulo
A Copa Truck foi mais uma categoria nacional a anunciar mudanças no seu calendário de 2019. Nesta quarta-feira (24), na esteira da confirmação que a Stock Car deu das saídas de Curitiba e Tarumã do cronograma, o campeonato dos caminhões seguiu o mesmo caminho, tirando as duas praças e colocando Cascavel e Velopark no lugar, sem mexer, assim, nos estados que recebem as provas.
 
Há, no entanto, uma inversão de datas, já que Tarumã, que aconteceria em 6 de outubro, sai para a entrada de Cascavel, enquanto que Curitiba, que receberia a Copa Truck em 27 de outubro, foi trocada pelo Velopark.
 
No caso de Tarumã, um problema que já vinha se desenhando desde o começo do ano, quando o circuito não recebeu homologação da CBA para competições nacionais e ficou impossibilitado de receber a abertura da Stock Car em data comemorativa.
 
"A Copa Truck recebeu um oferta de apoio da prefeitura para fazer um de seus eventos em Cascavel. Trata-se de uma praça que tem longa história de amor com a categoria dos caminhões, e temos grande prazer em levar este nosso show para quem nos recepciona tão bem. Portanto, a Copa Truck não podia negar o convite e trocou a praça de Tarumã para Cascavel", disse Vanda Camacho, diretora geral da Mais Brasil Esportes, promotora do evento.
A Copa Truck mudou duas provas em 2019 (Foto: Duda Bairros)
O Autódromo de Curitiba é outro que tem estado no meio de uma grande polêmica. Um dos principais palcos do automobilismo nacional, quase foi vendido há alguns anos, mas os atuais administradores acabaram voltando atrás. 
 
"Curitiba sempre recebeu muito bem as corridas de caminhões. No ano passado, a Copa Truck fez um grande evento para os curitibanos, mas em tempos difíceis para a economia do país, precisamos otimizar custos e o Velopark tornou-se uma opção bem mais viável. Então, quando as coisas estiverem mais favoráveis e algumas questões de Curitiba possam ser resolvidas, voltaremos a estudar a possibilidade de voltar à capital paranaense", explicou Camacho.
 
No começo do ano, Carlos Col, diretor-executivo da Vicar, chegou a falar com o GRANDE PRÊMIO e criticou o trabalho feito pela CBA no trato com os autódromos. "Vejo com muita tristeza, estamos perdendo mais um autódromo. A gente vem sucessivamente perdendo autódromos. Perdemos o de Brasília, agora vamos perder o de Curitiba. Temos autódromos que estão sem homologação por parte da CBA... No momento, temos quatro autódromos brasileiros interditados pela CBA", disse.
 
A mudança também afeta os calendários do Mercedes-Benz Challenge e da Copa HB20, que competem junto com a Copa Truck.

Provas a serem realizadas:
 
18/08 - Santa Cruz do Sul (RS)
01/09 - Rivera (URU)
06/10 - Cascavel (PR)
27/10 - Velopark (RS)
08/12 - São Paulo (SP)