Stock Car

Mesmo sem vencer, Camilo diminui vantagem para líder: “Sem dúvida é uma etapa positiva”

Thiago Camilo diminuiu de 27 para 24 pontos sua distância para o líder da temporada 2019 da Stock Car. Para o piloto da Ipiranga, esse é o plano, que deve seguir com boas pistas por chegar no calendário

Grande Prêmio, do Velopark / FELIPE NORONHA, de São Paulo

Maior vencedor da temporada, com quatro triunfos, e piloto com mais poles, com cinco, Thiago Camilo poderia ter saído frustrado do Velopark, no último final de semana, já que obteve "apenas" dois quartos lugares. Mas a situação não foi essa.

O piloto da Ipiranga chegou ao Sul com 27 pontos de desvantagem para o então líder Daniel Serra. Agora, tem 24 a menos que Ricardo Maurício, que assumiu o topo da classificação. Ou seja: foi um final de semana bom para o #21, terceiro colocado na temporada.

"Sem dúvida é uma etapa positiva. Acho que qualquer etapa que você consegue descontar pontos, independentemente da posição que você chega, é importante", comentou Camilo ao GRANDE PRÊMIO. Ele foi a 221 pontos, contra 239 de Serra e 245 de Maurício.

"É o que a gente tem que fazer agora. Já tinha que ter feito na Corrida do Milhão, na verdade, mas não foi possível. Agora encaixamos dois resultados bons", seguiu.
Thiago Camilo (Foto: Duda Bairros/Vicar)
Paddockast #33
10 ANOS DE SECA BRASILEIRA NA F1


Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

Para ele, era possível pontuar ainda mais, mas o safety-car na corrida 2 atrapalhou os planos: "Fui prejudicado pelo safety-car, um pouco, porque eu estava bem à frente do Ricardo [Maurício], mas ele tinha mais combustível e conseguiu voltar à frente após a parada. Isso em condições normais não aconteceria. Mas não há como controlar isso."

"De um modo geral não foi a etapa que marcamos mais pontos, mas foram duas boas estratégias. Nossa realidade talvez fosse um quarto lugar na corrida 1, mais um segundo ou terceiro na corrida 2, Mas, enfim, foi o que deu para fazer, concretizar esses pontos", afirmou.
Thiago Camilo (Foto: Gabriel Pedreschi/Grande Prêmio)
Agora, ele já projeta as próximas etapas - em que vê a Ipiranga com carro que se encaia com o estilo das pistas:  "Não importa muito quem é o primeiro, nem importa em que lugar nós estamos. Podemos ser quinto ou sexto, desde que a diferença para o primeiro seja menor. Cheguei aqui com 27, estou saindo com três pontos de lucro."

"Agora vem duas etapas boas para nós, em Cascavel, que temos retrospecto bom, e Velo Città, em que já vencemos esse ano. E Goiânia também, vencemos lá esse ano também", concluiu Camilo.

A Stock Car volta à ativa entre 18 e 20 de outubro com a disputa da nona etapa do campeonato no Autódromo Zilmar Beux, em Cascavel. O GRANDE PRÊMIO cobre 'in loco' a temporada 2019 com o repórter Felipe Noronha. Siga tudo aqui.

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.