Stock Car

Fraga entende Casagrande irritado, mas encerra polemica: “Para mim foi só alegria”

A Vitória em Cascavel, na corrida 1, de Felipe Fraga, desencadeou uma possível crise na relação entre Cimed e Crown Racing, equipes-irmãs. Isso porque Gabriel Casagrande ficou em segundo, mas acusou o adversário de não respeitar acordo estratégico. Para o #88, porém, é bom que essa briga acabe logo

Grande Prêmio / FELIPE NORONHA, de São Paulo / FERNANDO SILVA, de Sumaré
A etapa de Cascavel, a mais recente da Stock Car, terminou envolta em polêmica: curiosamente, entre membros de equipes-irmãs. Felipe Fraga, da Cimed, venceu a corrida 1, após ultrapassar Gabriel Casagrande, da Crown, que havia saído na pole. Mas, após a prova, o segundo afirmou que o combinado era outro, e que ele deveria ter ficado na liderança. 

Ainda no Paraná, ambos comentaram o assunto: Casagrande afirmou que viu a situação como um desrespeito e que "acabou a reciprocidade" na equipe; já Fraga disse que sua equipe trabalhou melhor nos boxes, e que nao podia desperdiçar a chance de triunfo, já que briga pelo título.

Três semanas se passaram e, no próximo domingo (10), eles disputam nova etapa, agora no Velo Città. E Fraga, em entrevista ao GRANDE PRÊMIO, preferiu encerrar a polêmica. Inclusive dizendo que entende por que Casagrande não gostou do ocorrido.

"Ele foi pego de surpresa, sabia que eu iria para cima na janela. Mas ele ficou irritado, eu entendo, várias vezes já fiquei irritado", comentou.
Felipe Fraga festeja  (Foto: Bruno Terena/RF1)
Paddockast #40
QUEM VOCÊ ENTREVISTARIA NO GP DO BRASIL?


Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

Porém, ele crê que o #83 poderia ter parado de externar o descontentamente antes: "Só que acho que ele ficou prolongando muito. Depois ele continuou dando muita entrevista, disse que a partir de agora o clima vai ser pesado... Mas estou tranquilo, cara. Já fui de querer ser assim, mas hoje em dia eu tô de boa, tô na minha, não quero me envolver nessa polêmica, sabe? Vou para mais uma corrida, tentar fazer meu trabalho e, na verdade, nem estou preocupado com isso. Meu foco está em outras coisas, muito mais importantes.”

Para encerrar, Fraga deixou claro: quer vencer corridas: “Para mim foi só alegria, né, eu ganhei a corrida. Sou contratado para ir lá, acelerar e dar o meu melhor. De fato, como já vi em um monte de entrevistas falando isso, até a própria equipe que ele corre se pronunciou dessa forma, falando que o combinado era... De fato, a gente iniciou a estratégia, mas com a entrada do safety-car tudo mudava", concluiu.

Fraga tem 225 pontos, eatamente 40 atrás dos líderes Daniel Serra e Ricardo Maurício, ocupando a quinta colocação. Casagrande é o sétimo, um pouco afastado do bloco dos seis principais candidatos ao título: tem 191, contra 224 de Júlio Campos, o sexto.

A Stock Car volta com o último dos finais de semana 'enxutos' (treinos livres e classificação no mesmo dia) no próximo sábado, no Velo Città. O GRANDE PRÊMIO cobre a etapa in locoAcompanhe tudo aqui.


Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.