Stock Car

Camilo bate Campos por 0s2 e alcança quarta vitória do ano em Campo Grande

Thiago Camilo conquistou seu quarto triunfo no ano - e mais uma vez de ponta a ponta, saindo da pole. Neste domingo (11), em Campo Grande, ele segurou pressão de Júlio Campos até a bandeirada, superando o rival ao fechá-lo em tentativa de ultrapassagem na reta decisiva

Grande Prêmio, de Campo Grande / FELIPE NORONHA, de Campo Grande
Após esperarem sob forte sol por 35 minutos no grid de largada, enquanto o SporTV transmitia a final de vôlei feminino dos Jogos Panamericanos, Thiago Camilo e Júlio Campos protagonizaram ótimo duelo na corrida 1 em Campo Grande, neste domingo (11), na abertura da sexta etapa da Stock Car 2019. Melhor para Camilo, que saiu na pole, segurou a pressão de Campos nas voltas finais e conseguiu o triunfo.

Camilo parecia que teria vitória tranquila - isso mesmo após Campos colcar em seu carro na saída dos boxes - já que abria vantagem constantemente. Mas cometeu erro nos minutos finais e acabou pressionado até a bandeirada. Segurou, porém, e venceu pelas quarta vez no ano.

Atrás deles, Cacá Bueno voltou ao pódio após quatro etapas, e Gaetano Di Mauro conseguiu sua melhor posição na carreira na categoria, com o quarto lugar. Felipe Fraga se recuperou do duplo abandono de Santa Cruz do Sul e foi quinto.

Na briga pelo título, o líder Daniel Serra somou mais 13 pontos, com a oitava colocação, e se manteve no topo. O vice-líder Ricardo Maurício descontou dois, porém. O único que viu a vantagem para Serra aumentar foi Rubens Barrichello, que aidna assim fez corrida de recuperação e foi 14°, garantindo importantes pontos após largar em 20°.

O final de semana ainda não acabou em Campo Grande: a corrida 2 deve ser iniciada às 16h40.
Thaigo Camilo (Foto: Rafael Gagliano/Hyset)
Saiba como foi a corrida 1 da etapa de Campo Grande da Stock Car

Com 35 minutos de atraso, a primeira corrida do final do semana começou em Campo Grande e o primeiro a se destacar foi Gaetano Di Mauro, que passou Felipe Fraga parsa assumir a quarta posição - Max Wilson aproveitou o espaço aberto e também passou o #88, indo para quinto. Na frente, Thiago Camilo, Júlio Campos e Cacá Bueno mantiveram suas posições.

A segunda ultrapassagem importante foi de Daniel Serra - ele, que largou em oitavo, passou seu companheiro Ricardo Maurício na segunda volta. E o líder do campeonato fez a 'dobradinha' pouco depois, passando Wilson (com uso do push), com Fraga conseguindo se distanciar do trio. No fundo do grid, Cesar Ramos foi o primeiro a abandonar a prova para pensar na corrida 2.

Na liderança, Camilo chegou à décima volta forçando pela vitória - já havia aberto 2s175 de Campos. Fraga, por sua vez, na mesma volta se recuperava do começo abaixo, passando Di Mauro na reta principal e voltando para a quarta colocação original. Np giro 11, o primeiro acidente: Marcel Coletta atingiu a traseira de Valdeno Brito, que rodou e ficou parado na pista, abandonando a prova.
Júlio Campos (Foto: Duda Bairros/Vicar)
Quando a janela de parada nos boxes abriu, quem apostou em entrar rapidamente foi Camilo. Campos, desta forma, seguiu na pista por mais três voltas, tentando tirar a vantagem do #21 para assumir a liderança. Não deu, mas por muito pouco: ele saiu dos boxes colado no rival, com Bueno também próximo.

O último a entrar na parada obrigatório foi Rubens Barrichello, que recuperou oito posições na volta - largou em 20°, saiu dos boxes em 12°. Enquanto isso, Camilo escapava da pista na volta 19, colocando Campos novamente colado na briga pela ponta, a 0s441. No top-10, alterações: Di Mauro recuperava então a posição de Fraga, enquanto nos boxes Wilson e Maurício passavam Serra.

Entre estes, sem mudança até o final. Já entre os ponteiros, briga até a bandeirada. Camilo segurou tentativa de ultrapassagem de Campos - que insistiu até a reta final. Nela, chegou a colocar de lado, mas por 0s286 ficou em segundo, dando a vitória no Dia dos Pais ao #21.

Stock Car 2019, Campo Grande, corrida 1, final:

1 T CAMILO A. Mattheis 42:11.589 28 voltas
2 J CAMPOS Prati Donaduzzi +0.286  
3 C BUENO Cimed +5.389  
4 G DI MAURO Shell Helix Ultra +6.173  
5 F FRAGA Cimed +21.021  
6 R MAURÍCIO RC Eurofarma +21.863  
7 M WILSON RCM +23.393  
8 D SERRA RC Eurofarma +25.954  
9 A KHODAIR Blau +30.045  
10 M GOMES KTF +30.368  
11 M COLETTA Crown +31.016  
12 P CARDOSO Hot Car +1:23.624  
13 B FIGUEIREDO A. Mattheis +1:27.924  
14 R BARRICHELLO Full Time +1 volta  
15 B BAPTISTA RCM +1 volta  
16 G OSMAN Shell Helix Ultra +1 volta  
17 G CASAGRANDE Crown +1 volta  
18 N PIQUET Full Time +2 voltas  
19 R ZONTA Shell V-Power +3 voltas  
20 G LIMA Vogel +3 voltas  
21 L FORESTI Vogel +5 voltas  
22 R SUZUKI Hot Car +10 voltas  
23 D NUNES KTF +11 voltas  
24 D NAVARRO Cavaleiro +12 voltas  
25 F LAPENNA Cavaleiro +14 voltas  
26 A ABREU Shell V-Power +15 voltas  
27 V BRITO Prati Donaduzzi +18 voltas  
28 C RAMOS Blau NC  

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.