Outras

Corrente quebra durante maratona em Berlim, e Zanardi termina prova empurrando rodas com as mãos por 9 km

Durante a disputa da maratona de Berlim no último fim de semana, Alessandro Zanardi não parou nem mesmo depois que a corrente de sua bike quebrou: ele competiu por 9 km empurrando as rodas com as mãos

Warm Up / Redação GP, de São Paulo
Alessandro Zanardi não se cansa de nos surpreender com sua capacidade de superação.

No último fim de semana, o piloto italiano estava em Berlim para disputar a tradicional maratona da cidade. Ele, que se transformou em atleta paralímpico após perder as duas pernas em um acidente durante prova da Indy em Lausitz em 2001, competiria mais uma vez na categoria ciclismo de mão.

Mas o primeiro contratempo veio antes da largada: a sua bike não estava de acordo com as regras da prova, e foi preciso pegar outra emprestada com o amigo Vittorio Podestà, outro atleta paralímpico.

OK, vida que segue. Até que, a nove quilômetros da chegada, a corrente da bike quebrou. Nada disposto a abandonar, Zanardi sentou sobre o eixo traseiro e começou a empurrar as rodas com as mãos. "Eu comecei com uma bike de mão e terminei com uma cadeira de rodas!", relatou o italiano.
Alessandro Zanardi, de novo, dando uma aula de superação (Foto: BMW)
Em competições paralímpicas, também há categorias destinadas a cadeirantes, mas não é nelas que Zanardi compete.

"É uma pena. A corrida estava indo bem. Eu, para falar a verdade, estava surpreso comigo mesmo, pois estava mais rápido do que esperava em um modelo diferente de bike, e no começo eu estava acompanhando os líderes", contou.

"Quando a corrente quebrou, eu não queria abandonar. Eu queria muito terminar esta maratona na cidade em que nasci pela segunda vez, então empurrei minha bike como se fosse uma cadeira de rodas olímpica nos últimos quilômetros", justificou.

"Foi um evento fantástico. A atmosfera, os muitos torcedores que gritavam nos apoiando, foi tudo ótimo. Eu adoraria voltar no próximo ano, e então vou atacar com tudo de novo", prometeu.

Zanardi, em 2012, faturou três medalhas (duas de ouro) nos Jogos Paralímpicos de Londres com uma bike de mão. Ele planeja participar dos Jogos do Rio de Janeiro em 2016.