MotoGP

MotoGP mantém sonho de voltar ao Brasil e envia representantes a Minas Gerais para visita ao Circuito dos Cristais

Comissário de Segurança da FIM (Federação Internacional de Motociclismo), Franco Uncini esteve no Brasil acompanhado por Javier Alonso, diretor de eventos da Dorna, promotora do Mundial de Motovelocidade, para inspecionar o Circuito dos Cristais. Dirigentes fizeram uma avaliação positiva do traçado mineiro

Warm Up / Redação GP, de São Paulo
A MotoGP ainda não desistiu do sonho de voltar ao Brasil. Depois de cair no conto da reforma do Autódromo de Brasília, o Mundial se viu sem opções no país, uma vez que o recém-reformado circuito de Goiânia não atende às necessidades do certame. Mas agora é o Circuito dos Cristais, em Minas Gerais, que aparece como opção.
 
Na última quinta-feira (26), Franco Uncini, Comissário de Segurança da FIM (Federação Internacional de Motociclismo), e Javier Alonso, diretor de eventos da Dorna, a promotora dos Mundiais de Motovelocidade e Superbike, estiveram em Curvelo para uma inspeção extraoficial do circuito. 
Franco Uncini esteve no Circuito dos Cristais acompanhado por Alex Barros (Foto: Divulgação Y.Sports / TecRacing)
Acompanhados pelo ex-piloto Alex Barros, maior nome da motovelocidade brasileira, os dois vistoriaram as dependências do autódromo mineiro e se mostraram satisfeitos com o que viram até aqui.
 
 “O traçado é fantástico”, elogiou Uncini, que foi campeão das 500cc em 1982. “Gostei muito, porque é bastante excitante de guiar e será emocionante para os pilotos”, seguiu. 
 
“Precisamos trabalhar um pouco na questão de segurança, mas estrutura é realmente fantástica”, completou Franco.
 
O empreendimento onde está localizado o Circuito dos Cristais possui uma área total de 4 milhões de m² e irá abrigar uma área de proteção permanente de mata nativa de 1 milhão de m². Além da pista de 4.420 metros, as instalações contam ainda com pista off-road e de motocross.
Representantes da MotoGP gostaram do que viram em Minas Gerais (Foto: Divulgação Y.Sports / TecRacing)
Representante da Dorna, Alonso avaliou que o complexo pode representar um marco para o esporte no Brasil.
 
“É fantástico. Existem inúmeras outras atrações além da pista principal, o que é importante hoje em dia”, avaliou Javier. “Eu acho que isso dará uma guinada no esporte a motor aqui no Brasil e em toda América do Sul, pois vocês terão no complexo, também várias modalidades off-road”, comentou.
 
 Acompanhando a visita, Barros esteve pela segunda vez na pista de Curvelo e citou a evolução das obras.
 
“Nesta visita iniciamos um passo importante já visando os eventos internacionais”, considerou Alex. “Para os nacionais nós nunca tivemos dúvidas que já está bem encaminhado, mas vamos buscar o carimbo com selo A e, para isso, precisamos dobrar a atenção com as zebras, caixa de brita e áreas de escape, que são itens de segurança fundamentais para a MotoGP”, apontou.
 
“A grande vantagem aqui é que temos muito espaço e, portanto, fica mais fácil de ajustar”, reforçou Alex.
 
Diretor da TecRacing e engenheiro responsável pela obra, Alfredo Rodrigues afirmou que a volta da MotoGP ao Brasil está cada vez mais próxima.
Circuito dos Cristais começa atividades em março de 2016 (Foto: Divulgação Y.Sports / TecRacing)
“A volta do MotoGP para o Brasil é um sonho dos fãs do esporte e estamos cada dia mais perto”, declarou. “Trabalharemos para ajustar o circuito às novas normas da FIM, que visam segurança do piloto em primeiro lugar e, assim, cumprindo o primeiro desafio para realização de uma etapa do MotoGP no Brasil”, concluiu.
 
As atividades no Circuito dos Cristais começam em março do próximo ano, ainda com eventos privados. O calendário, entretanto, já tem várias datas reservadas para provas regionais e nacionais.

 

O nome é Ron Dennis, mas pode chamar de Chato de Galocha que ele atende com...

Posted by Grande Prêmio on Sexta, 27 de novembro de 2015
PADDOCK GP EDIÇÃO #8: ASSISTA JÁ