MotoGP

KTM promove salto e anuncia Binder na Tech3 para temporada 2020

Brad Binder vai dar o tão sonhado salto no Mundial de Motovelocidade. Nesta quarta-feira (10), a KTM anunciou a contratação do piloto para a Tech3 na temporada 2020, subindo para a MotoGP ao lado de Miguel Oliveira

Grande Prêmio / Redação GP, de São Paulo
A temporada 2019 da MotoGP ainda está na sua metade, mas as movimentações para o próximo ano já começaram. Nesta quarta-feira (10), a KTM anunciou Brad Binder para correr na Tech3 em 2020.
 
O comunicado da fábrica austríaca veio por meio de um post em suas redes sociais. Com isso, o sul-africano vai ser o novo companheiro do português Miguel Oliveira, assumindo a vaga hoje ocupada por Hafizh Syahrin.
 
Em um comunicado, Binder disse que “estou ansioso, é uma sensação incrível, é doido pensar que vou estar na MotoGP ano que vem. Apenas gostaria de dizer um grande obrigado a KTM por confiar em mim e me levar para a classe rainha e, sim, estou realmente ansioso para o início do próximo ano e ver como as coisas vão ser.”
 
“Acredito que meu objetivo no ano que vem vai ser aprender o mais rápido possível e aprender dos experientes caras da KTM. Obviamente quero chegar e ir bem logo de cara, mas na MotoGP tudo é extremamente difícil e muito apertado, então você sabe, tenho certeza que vou ter meu tempo de me encontrar na categoria, mas estou confiante de que vou fazer um bom trabalho”, seguiu.
Brad Binder (Foto: Red Bull KTM Ajo)
Hervé Poncharal, chefe da Tech3, também mostrou animação com a nova contratação. “Estamos apenas na metade da nossa primeira temporada com a KTM, mas já temos algumas incríveis e animadoras novidades com a assinatura de Brad Binder para 2020. Brad é alguém que sempre acompanhei desde que entrou no campeonato na Rookies Cup e depois na Moto3”, indicou.
 
“Sempre fiquei impressionado com seu talento, sua agressividade e sua atitude de nunca desistir, e quando você tem uma equipe, esse é o perfil de piloto que deseja e ama ter. Acredito que ter Miguel Oliveira e Brad Binder juntos conosco no próximo ano é algo que mostra que a Red Bull KTM está funcionando”, continuou.
 
“Acho que Binder mais do que merece uma moto no ano que vem depois do que tem mostrado na Moto2 nas duas últimas temporadas. Vai ser uma equipe forte, e creio que haverá um bom relacionamento entre ele e Miguel, e honestamente acredito que não poderia sonhar com uma estrutura melhor. Os dois se conhecem, são bons competidores e quando se é dono de uma equipe, é o que mais sonha”, completou.
 
“Gostaria de dar grandes boas-vindas a Brad e dizer que vamos acompanha-lo ainda mais de perto na segunda metade da temporada da Moto2. Tenho certeza que vai vencer algumas corridas, por que não brigar pelo título e já estamos prontos para recebe-lo nos testes em Valência”, encerrou.
 
O relacionamento de Binder com a KTM já é de longa data, iniciado em 2015 em 2012 na Moto3, depois sendo retomado em 2015 e perdurando até os dias de hoje. O sul-africano foi campeão da menor das classes em 2016, no último ano fechou a Moto2 em terceiro e na atual temporada, aparece em oitavo com dois pódios.
 

Paddockast #24
A BATALHA: Indy x MotoGP


Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.