carregando
MotoGP

Honda atende Márquez e põe irmão Álex no lugar de Lorenzo em 2020

A Honda preferiu seguir o desejo de Marc Márquez e anunciou Álex Márquez como substituto de Jorge Lorenzo na MotoGP em 2020. Com a decisão da montadora, Johann Zarco tem ainda menos opções para seguir na classe rainha

Grande Prêmio / JULIANA TESSER, de São Paulo

Depois do ‘time dos sonhos’, vem aí o time dos irmãos. A Honda decidiu realizar o sonho de Marc e anunciou a contratação de Álex Márquez para substituir Jorge Lorenzo na temporada 2020 da MotoGP

Em um breve comunicado divulgado nesta segunda-feira (18), a HRC anunciou que o campeão de 2019 da Moto2 vai se juntar ao time irmão no próximo ano com um contrato de apenas um ano.
 
Inicialmente, a Honda tinha a equipe fechada para o próximo ano, mas a má fase levou Lorenzo a optar pela aposentadoria. Inicialmente, Johann Zarco parecia a escolha mais óbvia, já que vem correndo com a LCR desde o GP da Austrália, substituindo o lesionado Takaaki Nakagami, e está livre no mercado depois de pedir para sair da KTM.
Álex e Marc Márquez (Foto: Divulgação/MotoGP)
Paddockast #42
QUEM É VOCÊ NO GP DO BRASIL?


Ouça:
Spotify | iTunes | Android | playerFM

No entanto, o nome de Álex ganhou força desde a última quinta-feira. O #73 já estava certo na Marc VDS para fazer uma sexta temporada na Moto2, mas Marc, mesmo reiterando que não pressionaria, manifestou várias vezes seu desejo de formar dupla com o irmão mais novo.
 
Chefe da Honda, Alberto Puig já tinha reconhecido que Álex era um dos candidatos, já que é normal que as equipes da MotoGP considerem a contratação do campeão da classe anterior.
 
Irmão caçula do hexacampeão da MotoGP, Álex chegou ao Mundial em 2012, na Moto3, onde foi campeão em 2014. O #73 subiu para a Moto2 no ano seguinte, mas levou um longo tempo para se adaptar. O título chegou apenas neste ano, quando o espanhol exibiu uma performance bastante mais consistente. 

“A Honda Racing Corporation fica feliz em anunciar a contratação do bicampeão mundial Álex Márquez. O jovem piloto espanhol vai se juntar à equipe Repsol Honda em um contrato de um ano”, diz a nota. “Ele vai subir da classe intermediária para formar dupla com o octacampeão mundial Marc Márquez em 2020 para sua estreia na classe rainha com a Honda RC213V”, completa.
 
A opção por Álex afasta Zarco da MotoGP mais uma vez. No sábado, rumores no paddock de Valência davam conta de que o francês poderia acabar na Avintia, numa negociação que contava com o apoio de Carmelo Ezpeleta, diretor-executivo da Dorna, promotora do Mundial. Entretanto, o #5 disse não considerar a escuderia espanhola uma “equipe top” e, por isso, manifestou preferência por voltar à Moto2, onde é bicampeão.
 

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.