carregando
MotoGP

Dovizioso sente diferença com novo pneu: “Pilotar como antes já não funciona”

Andrea Dovizioso sentiu a diferença no estilo de pilotagem da MotoGP com a introdução de uma nova construção de pneu traseiro pela Michelin. Italiano considerou que já não adianta mais pilotar como antes

Grande Prêmio / Redação GP, de São Paulo
Andrea Dovizioso acredita que o novo pneu traseiro impactou o estilo de pilotagem na MotoGP. O #4 avaliou que já não adianta mais pilotar da mesma forma de antes.
 
A temporada 2020 da MotoGP verá a estreia de novos calçados. Michelin anunciou que vai introduzir uma nova construção de pneu slick traseiro neste ano. É a primeira mudança em dois anos.
 
Testados em laboratório, os pneus foram avaliados pelos pilotos da classe rainha pela primeira vez no teste de Barcelona, em junho, e, depois, em Brno e Misano. Em Phillip Island, durante o fim de semana do GP da Austrália, a Michelin testou o novo calçado em uma sessão livre de 20 minutos ― foi a primeira vez que um teste assim foi feito durante um fim de semana de corrida.
Andrea Dovizioso (Foto: Ducati)
Paddockast #47
FORD vs FERRARI


Ouça:
Spotify | iTunes | Android | playerFM

Na sequência, os calçados voltaram a ser testados nas atividades de Valência e Jerez e, com base nos dados obtidos e no feedback dos pilotos, a Michelin decidiu introduzir o novo pneu.
 
De acordo com a construtora francesa, a meta com este novo pneu é aumentar a performance e a estabilidade para todos os pilotos e motos. Assim, a Michelin espera melhora nos tempos de volta e prova.
 
Na visão de Dovizioso, o novo calçado vai exigir uma adaptação no estilo de pilotagem na classe rainha do Mundial de Motovelocidade.
 
“Os novos pneus se comportam de uma maneira diferente dos anteriores”, disse Dovizioso. “Eles têm mais aderência. Pilotar como fazíamos antes já não funciona”, explicou.
 
Para a temporada 2020, a Ducati optou por refinar o protótipo do ano passado ao invés de introduzir grandes modificações.
 
“A moto não é muito diferente, mas têm detalhes que temos de entender”, apontou Andrea. “Não tem nada muito grande na moto, mas tudo junto faz uma grande diferença”, considerou.
 

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.