Motociclismo

Tuuli supera Garzó e fica com primeira E-Pole da MotoE na Alemanha

Niki Tuuli entrou para a história da Copa do Mundo de MotoE. Neste sábado (6), em Sachsenring, o piloto fez uma volta voadora na classificação para ficar com a primeira E-Pole da categoria elétrica. Hector Garzó e Eric Granado fecham a primeira fila

Grande Prêmio / NATHALIA DE VIVO, de São Paulo
Niki Tuuli fez história na Alemanha. Neste sábado (6), o piloto voou em sua volta rápida em Sachsenring, anotou o tempo de 1min27s456 e ficou com a primeira E-Pole da história da Copa do Mundo da MotoE.
 
A classificação para a categoria das motos elétricas foi feita no formato de voltas lançadas, com os pilotos indo um de cada vez para a pista. Cada competidor tinha apenas uma chance de cravar o tempo rápido.
 
O finlandês foi um dos últimos a deixar os boxes para fazer sua volta rápida. Mostrando incrível ritmo e tirando muito tempo a cada setor, cravou um tempo 0s7 inferior a marca anterior para ficar com a posição de honra do grid. Hector Garzó e Eric Granado fecham a primeira fila.
 
O GP da Alemanha de MotoE está marcado para o domingo, às 5h (de Brasília). Acompanhe aqui a cobertura do GRANDE PRÊMIO.
Niki Tuuli (Foto: Reprodução)
Paddockast #24
A BATALHA: Indy x MotoGP



Saiba como foi a classificação da MotoE para o GP da Alemanha: 
 
A última atividade do dia em Sachsering foi a E-pole da MotoE, a primeira da história. Em formato de volta lançada, os competidores foram um a um para a pista. No momento da classificação, o termômetro marcava 28ºC, com o asfalto batendo 45ºC.
 
A primeira a ir para a pista foi Maria Herrera. Mas a piloto já começou com uma punição, pois acabou indo para a pista no momento errado, deixando os boxes quando o pitlane estava fechado. Pouco depois, recebeu bandeira preta.
Com isso, o segundo a dar seu giro rápido único foi Randy de Puniet. Após a volta de instalação, o francês acelerou ao máximo e anotou o tempo de 1min31s479, obviamente pulando para a ponta da tabela.
 
Quando estava encerrando sua volta, Savadori já estava se aquecendo para sua tentativa. Então, o italiano já mostrava mais ritmo que o adversário anterior, e ao cruzar a linha final, fez 1min29s969, baixando o tempo a ser batido em 1s520.
 
Hook também já estava no traçado para a briga pela posição de honra do grid, e ao final da tentativa, ficou em terceiro. Casadei, o quinto a deixar os boxes, conseguiu baixar o tempo do ponteiro, anotou 1min29s905 e era o novo pole-position.
 
Sete Gibernau foi o próximo nome que deixou os boxes e foi para o traçado alemão. Com ritmo inferior, não ameaçou os ponteiros e se estabeleceu no terceiro posto com 1min30s524. Canepa, que foi em seguida, bateu o piloto para ficar em terceiro.
 
A pole-position provisória mudou de mãos depois que Ferrari foi para a pista. O italiano fez uma volta voadora para fazer 1min28s792, ser o primeiro a virar na casa do 1min28s e apresentar vantagem de 1s113 para o restante dos pilotos.
 
Terol, que foi na sequência do competidor, tentou bater o tempo voador, mas se colocou em segundo, ficando 0s190 atrás. Enquanto isso, Siméon vinha tirando tempo a cada setor para ser o primeiro da tabela.
 
Agora era a vez de De Angelis ir para sua volta rápida. Com o tempo de 1min29s553, o piloto ficou na quarta colocação da tabela. O brasileiro Granado, 13º a dar a volta, fez 1min28s254 e saltou para a ponta.

Bradley Smith não conseguiu fazer frente para o #51, fazendo apenas o quarto tempo da tabela. Enquanto isso, Raffin, que liderou o primeiro treino na Alemanha, perdeu a janela para deixar os boxes e recebeu bandeira preta.
 
Com isso, foi a vez de Garzó fazer sua tentativa de pole-position. O espanhol vinha tirando tempo a cada setor, conseguindo fazer 1min28s243 e fica com a posição de honra do grid provisória.
 
Tuuli, o penúltimo a fazer a volta rápida, também vinha apresentando grande velocidade em Sachsenring. O finlandês voou para conseguir tomar a primeira colocação das mãos de Garzó, baixando a marca em mais de 0s7 e sendo o primeiro a virar 1min27s. 
 
Por fim, Di Meglio foi o último a deixar os boxes. Com 1min28s384, ficou com a segunda fila do grid de largada.
 
Com isso, Tuuli entra para a história da MotoE e fica com a primeira pole-position da história da categoria. Garzó e Granado fecham a primeira fila do grid de largada para o GP da Alemanha.
Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.