Motociclismo

Di Meglio bate Siméon e fica com E-Pole da MotoE na Áustria. Tuuli é 5º

Mike di Meglio mostrou grande desempenho na classificação da MotoE neste sábado (10). Na E-Pole do GP da Áustria, o piloto anotou o tempo de 1min35s182, bateu o tempo anterior em apenas 0s011 e ficou com a pole-position no Red Bull Ring

Grande Prêmio / NATHALIA DE VIVO, de São Paulo
Mike di Meglio teve o melhor desfecho para a classificação da MotoE deste sábado (10). Na Áustria, o piloto tratou de anotar a marca de 1min35s182 para ficar com a E-Pole da categoria elétrica.
 
No formato de volta lançada, o francês foi um dos últimos a entrar na pista. Antes, nomes como Sete Gibenau, Jesko Raffin e Xavier Siméon conseguiram ficar com a posição de honra do grid provisória.
 
Entretanto, quando foi sua vez de dar a volta rápida, fez tempo suficiente para bater a marca anterior em apenas 0s011 e ficar com a ponta da grelha. Siméon é que sai em segundo, com Bradley Smith fechando a primeira fila.
 
Niki Tuuli, atual líder da classificação e piloto que sofreu um incêndio em sua moto na sexta-feira enquanto carregava nos boxes, vai largar do quinto posto do pelotão.
 
A etapa da Áustria da Copa do Mundo de MotoE está marcada para o domingo, às 5h (de Brasília). Acompanhe aqui a cobertura do GRANDE PRÊMIO.
Mike di Meglio (Foto: Reprodução)
Paddockast #28
INTERROGANDO Flavio Gomes: O Boto do Reno


Ouça
: Spotify | iTunes | Android | playerFM

Saiba como foi a E-Pole da MotoE na Austria:
 
A MotoE foi a ultima das classes a ir para a pista no Red Bull Ring. Assim como as categorias anteriores, a alta temperatura era importante papel na Áustria. O termômetro mostrava 32ºC, enquanto o asfalto era 48ºC.
 
O primeiro piloto a deixar o pitlane para sua volta rápida foi Randy de Puniet. Depois de sua volta de aquecimento, o piloto abriu seu giro rápido enquanto Sete Gibernau se preparava para deixar os boxes. Enquanto o espanhol anotou 1min36s613, o #14 teve seu tempo cancelado por exceder os limites da pista. Com isso, larga em último.
 
O próximo da fila a ir para a pista era Joshua Hook, que não ateu o tempo do #15 e ficou em segundo, enquanto Nico Teról, o quarto a ir para a pista, ficou com o penúltimo posto por também ter sua marca excluída. Savadori, o piloto seguinte, cravou 0s090 inferior ao ponteiro para ficar em segundo.
 
Era a vez do francês Kenny Foray estar no traçado para dar sua volta rápida. O #78 anotou o quarto melhor tempo da sessão, que agora tinha Alex de Angelis começando seu giro rápido. O piloto enfim conseguiu bater o antigo tempo, anotando 1min35s774 e tornando-se o pole-position provisório.
 
Maria Herrera, sétima pilota a ir para a pista, fez 1min36s266 e se colocou na segunda colocação da tabela. Enquanto isso, Jesko Raffin, que foi logo em seguida, tratou de se colocar em primeiro, batendo o antigo ponteiro em 0s409.
 
Matteo Ferrari foi o próximo da fila a marcar seu tempo na tabela, e o italiano cravou marca suficiente para coloca-lo em segundo. E coma classificação em sua metade, Simeon tratou de tomar a posição de honra do grid provisória com 1min35s193.
 
Enquanto isso, Mattia Casadei sofreu um verdadeiro revés. Quando vinha para sua volta rápida, o italiano acabou indo ao chão e perdendo a chance de se classificar para a corrida austríaca.
 
No momento do incidente, era Niki Tuuli, líder da classificação e que sofreu com um incêndio na sexta-feira, quem estava na pista. Apesar disso, o piloto conseguiu assumir a terceira posição.

Restando três pilotos a marcarem tempo, a ordem era Simeon, Smith, Raffin, Tuuli, Ferrari, De Angelis, Herrera, Canepa, Gibernau e Savadori completando os dez primeiros pilotos.
 
Na vez do brasileiro Eric Granado, ele conseguiu fazer o sétimo melhor tempo da sessão. Depois, foi a vez de Mike de Meglio ir para a pista. O francês se colocou na primeira colocação por uma vantagem de apenas 0s011.
 
Hector Garzó, então, foi o último competidor a ir para a pista para sua volta rápida. O espanhol conseguiu anotar o tempo 0s208 inferior do ponteiro para ficar com o sexto posto do grid de largada.
 
Portanto, quem ficou com a pole no Red Bull Ring foi Di Meglio. Quem sai ao seu lado é Simeon e Smith. Rafin, Tuuli e Garzó fecham a segunda fila do pelotão. Ferrari, De Angelis, Granado e Herrera completam o top-10.
 



Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.