carregando
Indy

Power revela goteira no aeroscreen, mas imagina “conserto fácil” para Penske

O campeão da Indy em 2014 contou que encontrou duas partes do aeroscreen por onde a água está passando, embora ache que haja mais. Entretanto, segundo ele, a proteção não causa qualquer preocupação em termos visuais

Grande Prêmio / Redação GP, do Rio de Janeiro
Após um dia de abertura de testes com temperatura fria em Austin e com diferentes pancadas de chuva, a Indy viu os pilotos passando poucas voltas na pista e quase sem qualquer sequência. Mesmo assim, Will Power conseguiu identificar um vazamento proveniente do aeroscreen dentro do carro da Penske, mas acredita que a equipe tenha uma solução tranquila.
 
Power deu poucas voltas, mas em dado momento entrou junto de Scott McLaughlin, egresso do Supercar da Austrália e que irá defender o quarto carro da Penske no GP de Indianápolis, para dar a oportunidade do novato andar grudado em um rival. Foi quando notou a goteira.  
 
"Na realidade, eu gostaria que alguém andasse no molhado pesado para a gente descobrir por onde a água está entrando. Já sabemos algumas partes. Parece que precisa de um reforço na parte de cima porque a água entra enquanto você guia. A água entrou por baixo da tela e pingou de cima", contou.
 
Apesar da água, reforçou o apreço pela nova proteção. "O aeroscreen é ótimo: a água sai da frente e não deixa neblina, mas a chuva pinga no seu volante e visor. Seria um conserto fácil com apenas um reforço", seguiu.
Will Power (Foto: Reprodução/Penske)
Ainda foi questionado sobre se é possível que a água poderia estar vindo dos dutos de resfriamento, negou. "Não, não acho que estava vindo dos dutos. Era bem onde a tela é selada." 
 
Do ponto de vista da visão, Power ainda recebeu Pato O'Ward como reforço para os elogios ao aeroscreen.
 
"Você nem nota que tem o aeroscreen ali. O piloto está sempre focado na pista, não no que está logo ali [no rosto]", falou o australiano. "Sim... O screen elimina alguma visão que se tem nas laterais [na parte de baixo, onde está preso ao cockpit], mas qualquer parte na sua frente e ao seu redor onde você sempre consegue ver, não há nada diferente, o que é impressionante para mim", argumentou o mexicano. 
 
"Seria normal pensar que, com o que é basicamente um vidro à prova de balas, você perderia alguma coisa do panorama visual ou ter distorção, mas nem um pouco. Dá para ver os espelhos, na sua frente, basicamente tudo que você precisa ver é perfeitamente claro", finalizou. 
 
Os testes da Indy seguem na tarde desta quarta-feira.
 

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.