carregando
Indy

Direto do Alambrado, por Helio Castroneves: ​Rodando mais que caminhão de mudança

Claro que o foco principal está no que acorre na pista, mas como são muitas atividades antes de os pilotos entrarem na pista, achei que seria interessante contar essas passagens. Assim, além de piloto do Team Penske, virei integrante do time do Flavio Gomes e do Victor Martins na etapa brasileira da IndyCar

Warm Up / HELIO CASTRONEVES, de São Paulo

Olá, pessoal do GRANDE PRÊMIO, tudo legal? Aqui é o Helio Castroneves e a partir de hoje – e até o final da São Paulo Indy 300 – vou ter uma coluna diária aqui. Vou tentar, no meio dessa correria toda que tem sido esses dias, contar o que acontece numa semana de corrida. Claro que o foco principal está no que ocorre na pista, mas como são muitas atividades antes de os pilotos entrarem na pista, achei que seria interessante contar essas passagens. Assim, além de piloto do Team Penske, virei integrante do time do Flavio Gomes e do Victor Martins na etapa brasileira da IndyCar.
 
Nem posso esperar para começar a acelerar na nossa corrida da Indy, que acontece no próximo domingo no Circuito do Anhembi. É pé-embaixo na reta da Marginal Tietê, que é a maior do calendário e onde a gente alcança a maior velocidade em circuitos mistos de toda a temporada. Não preciso nem dizer como estou empolgado com essa prova, e os motivos não poderiam ser melhores. Líder do campeonato após as três primeiras etapas do calendário e chegando diante da torcida brasileira nessa condição, não poderia ser mais legal. Melhor só mesmo comemorando um pódio no domingo.
 
Cheguei aqui no Brasil no domingo, 28, bem cedinho. Seis horas da manhã, já estava em Guarulhos, pronto para iniciar a agenda. Fui direto para a Band, onde estava sendo esperado pelo pessoal do 'Canal Livre'. Só posso agradecer porque, normalmente, esse programa histórico do jornalismo brasileiro é gravado às sextas-feiras. E para eu poder participar foi montado todo um esquema alternativo. O programa foi ao ar no domingo à noite mesmo, quando eu já estava em Ribeirão Preto. Isso porque, assim que terminou a gravação, um carro da Band me levou até em casa.
Helio Castronves (Foto: Getty Images)
Mas foi um bate-volta, pois na noite de segunda eu estava em São Paulo novamente, não sem antes estar na fantástica AgrisShow, que é uma enorme feira agropecuária que acontece anualmente em Ribeirão Preto. Na ocasião, pude visitar os amigos da Rontan num estande dos mais bem equipados. A empresa de Tatuí é uma parceira de muito tempo e que tem uma participação enorme no setor de preparação de carros especiais para serviços públicos de segurança e assistência.
 
Hoje, terça, eu estive pela manhã no Clube Paineiras gravando o 'Linha de Chegada', do Reginaldo Leme. Vocês não podem perder esse programa quando for ao ar, pois a entrevista foi comigo e com o ex-jogador Vampeta. O que a gente deu de risada não estava no gibi. Mas o Vampeta teve algumas dificuldades para chegar em razão do trânsito e, resumindo, o programa começou atrasado. Só que eu tinha como compromisso seguinte o 'Pânico', da Jovem Pan. Pois é, gente, juntou o atraso da gravação e o trânsito e adivinhem o que aconteceu? Não deu tempo de chegar. Ah, fiquei super chateado e peço desculpas para os ouvintes da Jovem Pan e para a equipe do 'Pânico'.
 
Mas não acabou, não. Logo depois de comer alguma coisa, fui para o 'Terra TV'. A entrevista ficou muito legal e, se você perdeu, é só procurar lá no Terra que acha. Daí saí correndo porque a equipe do 'Lance' já estava me esperando e, para fechar a noite, um delicioso jantar com os amigos do Hospital ​Nove​ de Julho, que me honram com o patrocínio pessoal nessa etapa, juntamente com a Shell.
 
Essa sequência a compromissos vai até sexta. Pista, mesmo, só no sábado. Bom, vou ficando por aqui, afinal, acho que por ser a primeira coluna, até que tá bom, né? Essa quarta tem uma agenda enorme também, mas espero cumprir tudo direitinho.