FE

Por maior exigência do controle de energia, Fórmula E considera aumentar corridas

Um dos fundadores da Fórmula E, Alberto Longo afirmou que pauta está sendo discutida pela organização. Objetivo é fazer com que o gerenciamento de energia seja um fator decisivo

Grande Prêmio / Redação GP, do Rio de Janeiro
A Fórmula E quer fazer mais ajustes em seu formato no futuro. Para a temporada que começa em novembro, por exemplo, o campeonato considera aumentar o tempo das corridas para tornar o gerenciamento da energia disponível aos pilotos cada vez mais um fator decisivo.
 
Quem afirmou foi um dos fundadores do campeonato, o espanhol Alberto Longo. Atualmente, as corridas contam com 45 minutos e mais uma volta de duração. Já no caminho de forçar gerenciamento de energia, o campeonato definiu que, durante a temporada 2019/20, 1kw/h será tirado da energia disponível a cada minuto de corrida sob safety-car ou FCY.
 
"Talvez aumentemos um pouco para criar incerteza sobre o gerenciamento de bateria, porque, no fim das contas, é o que deve prevalecer em nosso campeonato. E é verdade que 45 minutos talvez seja muito pequeno" disse.
 
"Quisemos ser conservadores [ano passado], mas agora sabemos o limite e que podemos ser mais agressivos. Então, talvez, aumentemos o número de voltas", seguiu.
Jérôme D'Ambrosio (Foto: Mahindra)
Campeão da categoria e terceiro colocado na temporada passada, Lucas Di Grassi fez ponderações, mas elogiou a intenção.
 
"Creio que a direção que a regra tomaria é bom, porque vai igualar as corridas, mas há alguns pontos de incerteza que ainda desconhecemos. Por exemplo, imagina que temos 10 kw/h disponíveis para as últimas cinco voltas, mas vem um safety-car que dura dez minutos. O que vai acontecer?", questionou ao site inglês 'Motorsport Week'.
 
"Vai reduzir para 10 kw/h durante cinco voltas? É algo desconhecido, então ainda precisamos ver como será feito, mas a direção é boa", encerrou.
 
A próxima temporada começa no dia 23 de novembro.


Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.