FE

Mahindra mantém Wehrlein e D'Ambrosio, acerta parceria com ZF e apresenta M6Electro

Após meses de silêncio, a Mahindra confirmou a manutenção da dupla de pilotos da última temporada, formada por Pascal Wehrlein e Jérôme D'Ambrosio. Os dois irão guiar o M6Electro, agora operado em parceria com a ZF

Grande Prêmio / Redação GP, do Rio de Janeiro
Mais uma das 12 equipes da Fórmula E apresentou seu projeto para a temporada 2019/20, que começa em menos de dois meses. A Mahindra anunciou, na tarde desta sexta-feira (4), que irá manter a dupla de pilotos que teve no campeonato passado: Jérôme D'Ambrosio e Pascal Wehrlein. Além disso, anunciou uma nova parceria técnica de grandes proporções e, claro, mostrou ao mundo o M6Electro.
 
A permanência dos pilotos é uma notícia importante que a equipe brigou para conseguir, sobretudo com Wehrlein, que chegou a ser ventilado como uma possibilidade para a Haas na F1 e a Mercedes na própria FE. Mas ele fica, assim como D'Ambrosio, que segue como um dos pilotos titulares em todas as temporadas da categoria - quatro anos de Dragon, agora dois de Mahindra.
 
"Estou animado com Jérôme e Pascal vão retornar ao time para a sexta temporada. Ano passado foi um dos mais desafiadores na Fórmula E em termos de competição, mas acreditamos ter uma das melhores duplas do grid para nos ajudar a atingir nossas metas de campeonato", afirmou o chefe da equipe, Dilbagh Gill.
O M6Electro (Foto: Mahindra)
Paddockast #36
O MELHOR PILOTO SEM VITÓRIA NA F1


Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

Além dos dois titulares, a Mahindra ainda conta com mais dois pilotos operando sob seu gurda-chuva: Nick Heidfeld é o reserva e responsável pelo trabalho de desenvolvimento, enquanto Sam Dejonghe atua nos simuladores. - ambos já ocupavam estes mesmos papeis na temporada que passou.
 
A Mahindra fechou também a parceria tecnológica com a ZF, que trabalhou ao lado da Venturi no campeonato 2018/19. Como a Venturi passou a operar com equipamentos e motor Mercedes, o acordo foi encerrado por lá. Na temporada que começa em novembro, a ZF, uma gigante alemã do mercado de peças automotivas, irá trabalhar voltada para o desenvolvimento do chassi, fornecimento de amortecedores e serviços gerais de engenharia. A partir da temporada 2020/21, a ZF irá fornecer o motor da Mahindra.
 
"Estou animado em dar para a ZF as boas-vindas à família Mahindra. Agora temos ao nosso lado uma das mais importantes marcas mundiais do campo da e-mobilidade. Ficamos altamente impressionados pela performance da ZF na temporada recente e, juntos, acredito que estamos melhor posicionados para continuar celebrando o sucesso", afirmou Gill.
 
Diretor-executivo da ZF, Wolf-Henning Scheider também se manifestou. "A Fórmula E é um ótimo palco para a ZF demonstrar a qualidade e desempenho do nosso trabalho nas soluções de direção para a mobilidade do futuro. Não há outras categorias de corrida em que a transferência da expertise das pistas para as ruas seja tão grande quanto na FE. Estamos ansiosos por nossa cooperação com a Mahindra, além de mostrar também nosso compromisso com a Índia e seu mercado importante e crescente", finalizou. 
 
A pintura do M6Electro segue a mesma linha do ano passado e o já tradicional jogo de cores vermelho, azul e branco. Há agora um segundo tom de azul, um pouco mais claro, que representa o espaço da ZF no chassi. 
 
A pré-temporada da FE acontece neste mês, em Valência, na Espanha, enquanto o campeonato inicia com uma rodada dupla nos dias 23 e 24 de novembro, em Ad Diryah, na Arábia Saudita.


 

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.