FE

GP às 10: Como a FE virou opção real para pilotos que não chegam à F1

A Fórmula E ocupou, nos últimos cinco anos, um nicho que estava lá para ser tomado: fornece a jovens pilotos que não chegaram ou não conseguiram ficar na F1 a chance do profissionalismo sem precisar deixar os monopostos ou encarar enorme mudança de cultura nos Estados Unidos. Segundo Pedro Henrique Marum, esse é, entre alguns outros motivos, a razão de ter se tornado tão popular

Grande Prêmio / Redação GP, do Rio de Janeiro
No GP às 10 da manhã desta quinta-feira (2), Pedro Henrique Marum retorna das férias para falar sobre o motivo da Fórmula E ter se tornado uma categoria tão popular entre os jovens pilotos, como Nyck de Vries. Segundo o jornalista, a possibilidade de seguir piloto profissional de monopostos na Europa caso uma carreira na F1 seja impossível, bons salários, visibilidade e fábricas a rodo podem ser enumerados.

O GP às 10 é a série que traz um comentário em vídeo dos jornalistas do GRANDE PRÊMIO, sempre às 10h (de Brasília), do dia e da noite. Veja aqui todas as edições do GP às 10.



Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.