F2

'Acidente de exceção' expõe necessidade de selecionar melhor pilotos na base

Juan Manuel Correa está entre os pilotos mais fracos do grid da F2. Por mais que tenha sido um acidente, o americano poderia ter feito coisa melhor na Bélgica e não ter acertado em cheio Anthoine Hubert se tivesse mais qualidade

Grande Prêmio / Redação GP, de São Paulo
O grid da F2 em 2019 é um dos mais fracos dos últimos tempos e não é de hoje que acidentes perigosos têm acontecido. No PADDOCK GP #175, Victor Martins e Gabriel Curty falam da necessidade da escolha criteriosa de quem serão os pilotos e de como Juan Manuel Correa foi imprudente no acidente que resultou na morte de Anthoine Hubert. ASSISTA
 
Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.