carregando
F1

Wolff nega que Rosberg tenha demonstrado fraqueza em disputas com Hamilton: “Apenas uma atitude legal”

Para o chefe da Mercedes Toto Wolff, Nico Rosberg não vem demonstrando fraqueza em disputas com Lewis Hamilton. O austríaco acredita que o alemão teve apenas “atitudes legais”

Warm Up / Redação GP, de São Paulo
Se o título da temporada 2015 está praticamente perdido, ao menos o apoio do chefe do time, Toto Wolff, Nico Rosberg ainda tem. Desta vez, o austríaco saiu em defesa do vice-campeão de 2014, afirmando que o alemão não demonstrou fraqueza na largada no Japão, mas, sim, que teve uma “atitude legal” com o inglês Lewis Hamilton.
 
Wolff afirmou que Rosberg ainda não desistiu de ser campeão e que nota isso na convivência dentro da Mercedes.
 
“Pelo que eu vejo e pelo que eu conheço dele, ele não desistiu. Ele não vai desistir enquanto houver chances matemáticas, é natural que seja assim”, disse.
 
O chefe da Mercedes explicou que o alemão vem tendo uma “atitude legal” com Hamilton e não sendo fraco diante do concorrente.
 
“Claro que a gente sempre tenta manter um bom relacionamento no time, então, quando um piloto é legal, tem gente que trata isso como fraqueza. Definitivamente, não é isso”, falou.
Toto Wolff saiu em defesa do comportamento de Nico Rosberg (Foto: AP)
Wolff ainda garantiu que a disputa entre os dois é equilibrada na maioria das vezes.
 
“Eu não conseguiria afirmar que, quando há uma disputa entre eles, é Lewis quem leva a melhor. Não é o caso, na minha opinião”, continuou.
 
No fim, o austríaco reconheceu que Hamilton vem brilhando e, no Japão, voltou a mostrar muita força.
 
“Ele foi extremamente dominante, conseguiu voltar à forma que vinha. Guiou muito bem”, avaliou.
 
Hamilton está sobrando na temporada 2015. Com 48 pontos de vantagem para Rosberg, o britânico venceu oito das 14 provas disputadas.