F1

Williams barra estreia de Nasr na Sauber durante testes coletivos da F1 após GP de Abu Dhabi

Pat Symonds, diretor-técnico da Williams, vetou a participação de Felipe Nasr pela Sauber durante os treinos do final de semana em Abu Dhabi. A informação é do jornalista Americo Teixeira Jr., dono do Diário Motorsport, parceiro do GRANDE PRÊMIO

Warm Up / AMÉRICO TEIXEIRA JR., de Vinhedo
A Sauber gostaria que Felipe Nasr estivesse no cockpit de um de seus carros para os testes coletivos de semana que vem em Abu Dhabi, no entanto a Williams vetou sua participação pela equipe por onde será titular em 2015, nos testes pós-GP. O veto foi feito por decisão do diretor-técnico da Williams, Pat Symonds. A informação é do jornalista Americo Teixeira Jr., dono do Diário Motorsport, parceiro do GRANDE PRÊMIO
 
Reserva da Williams, Nasr teve no Brasil a sua última chance de guiar o FW36 em 2014. Confirmado como piloto titular da equipe suíça para 2015, ao lado de Marcus Ericsson, o vice-campeão da GP2 também não vai poder assumir o comando da Sauber no emirado por estar sob contrato com a esquadra britânica. A intenção do piloto era testar pelas duas escuderias.

Leia a reportagem completa no DIÁRIO MOTORSPORT.
Felipe Nasr vai ficar de fora dos treinos em Abu Dhabi (Foto: Getty Images)
Ainda no Brasil, Nasr disse que ainda não sabia se voltaria a testar pela Williams, enquanto a chefe da Sauber, Monisha Kaltenborn, revelou que ainda estudava a possibilidade de colocar Felipe em um dos dois carros da escuderia para testar em Abu Dhabi, também pelo vínculo com o time que hoje tem Felipe Massa e Valtteri Bottas como dupla titular.

O anúncio de que vai guiar pela esquadra de Hinwil foi feito no fim de semana do GP do Brasil, confirmando que o time deixaria para trás os titulares Adrian Sutil e Esteban Gutiérrez, além do reserva Giedo van der Garde. Sutil foi quem digeriu pior, colocando em dúvida o acordo do brasileiro e o futuro da equipe, mas, segundo a revista holandesa 'Formule1', a Sauber se valeu de uma brecha no contrato do alemão para assinar com Nasr.
BOLÃO GRANDE PRÊMIO EUROBIKE
A DECISÃO DA F1 EM ABU DHABI


Participe do bolão da F1 GRANDE PRÊMIO EUROBIKE: dê seus palpites para o GP de Abu Dhabi deste fim de semana que define o campeão da temporada 2014. 

Será que Lewis Hamilton vai jogar pelo resultado e ser segundo colocado para ficar com o bicampeonato? E Nico Rosberg, vai para o tudo ou nada, vence e dá uma ajudinha para fazer com que Felipe Massa e companhia tentem superar o rival?
 

Não perca tempo e aposte já.
A 'TÁTICA VILLENEUVE'

Em meio à alegria da vitória e pela torcida que invadira a pista em Interlagos, Nico Rosberg não titubeou em chamar Felipe Massa de irmão camarada. Havia o interesse próprio: o resultado confirmava a necessidade de o alemão ter alguém que importune a vida de Lewis Hamilton para lhe tirar o segundo lugar em Abu Dhabi. Uma dobradinha como a do Brasil é o suficiente para que o inglês comemore seu segundo título.

Ironia da vida, Rosberg deve estar resmungando por a Mercedes ter feito um carro tão bom. A solução é ser o autor da situação que permita aos demais andar no ritmo de Hamilton. Que ele veja, então, o GP do Japão de 1997 e o que fez Jacques Villeneuve.


Leia a análise no GRANDE PRÊMIO.