carregando
F1

Sob olhar de Putin, pilotos sobem ao pódio do GP da Rússia com tradicional gorro russo, a ushanka

As passagens da F1 pela Rússia têm rendido momentos inusitados. Neste domingo (11), no pódio, o habitual boné foi deixado de lado em prol de um gorro típico do país, a ushanka. Além de, mais uma vez, Vladimir Putin marcar presença

Warm Up / Redação GP, de São Paulo
A entrada da Rússia no calendário da F1, no ano passado, colocou a categoria diante de um país de cultura completamente diferente. E isso tem rendido imagens um tanto inusitadas.

Neste domingo (11), além da presença do chefe de estado Vladimir Putin no pódio pelo segundo ano seguido, os pilotos ainda ganharam o tradicional gorro russo, a ushanka.

Normalmente, no pódio, veste-se o boné da fornecedora de pneus. Desta vez, foi diferente, lembrando a sacada que houve no GP dos EUA de 2012. Na ocasião, na estreia da F1 no Texas, os pilotos receberam um chapéu de cowboy.

Putin, inclusive, esperou pelos pilotos na antessala do pódio e aproveitou para bater um papo com Lewis Hamilton, Sebastian Vettel e Sergio Pérez.
Hamilton vai ao pódio com a ushanka na cabeça, para aplausos de Putin (Foto: AP)
Ainda, após o pódio, Hamilton mostrou ter criado apreço por outra 'especialidade' russa. O líder do campeonato, cada vez mais próximo do tricampeonato, postou no Twitter uma foto junto das grid-girls da corrida em Sóchi.

A propósito, um momento cômico na coletiva de imprensa foi quando Vettel revelou o número do quarto de Lewis em seu hotel em Sóchi...