carregando
F1

Sauber cobra e quer ver Gutiérrez “no mesmo nível de Hülkenberg desde o começo” de 2013

Incerto sobre o desempenho do jovem mexicano Esteban Gutiérrez depois de uma temporada de altos e baixos na GP2, Peter Sauber quer ver o estreante no mesmo nível do experiente Nico Hülkenberg desde o início da temporada

Warm Up / Redação GP, de Sumaré

Esteban Gutiérrez fará sua estreia na F1 tendo como companheiro de equipe e referência Nico Hülkenberg, que começará sua terceira temporada, mas a primeira na Sauber. Elogiado em verso e prosa pela cúpula do time de Hinwil, o piloto alemão chega com status de primeiro piloto e líder da equipe, mas nem por isso Peter Sauber tira a pressão dos ombros do jovem de Monterrey.

Questionado pela publicação ‘Motorsport Aktuell’, o lendário dirigente suíço revelou, em tom de cobrança, o que espera do seu novo pupilo em 2013. “Gostaria que ele estivesse no mesmo nível de Hülkenberg desde o começo”.

Mesmo levando dinheiro para a Sauber, Gutiérrez já começa a ser cobrado pelo patrão (Foto: Getty Images)

Sauber admitiu que chegou a ter dúvidas sobre o potencial de Gutiérrez, novo titular da escuderia suíça, depois de seu piloto ter feito uma temporada de altos e baixos na GP2. O mexicano terminou 2012 na categoria de acesso em terceiro, atrás de Davide Valsecchi e Luiz Razia, mas não chegou a lutar pelo título.

Peter revelou certa desconfiança com Esteban pelo seu desempenho na GP2. “Ano passado não ficamos totalmente satisfeitos com suas exibições na GP2. Em alguma ocasião, chegamos a estar decepcionados, não sabíamos o que esperar dele”, comentou o dirigente suíço, fundador da equipe, agora comandada por Monisha Kaltenborn.

Mas a primeira impressão deixada por Gutiérrez como titular da Sauber, depois da abertura da pré-temporada no circuito de Jerez, na semana passada, foi altamente positiva. O jovem piloto mexicano foi quem mais andou no circuito andaluz, completou 1.115 km em testes e não enfrentou muitos problemas na condução do novíssimo C32. Quilometragem crucial para o desenvolvimento de um piloto novato.

Gutiérrez foi alçado ao posto de titular da Sauber depois que seu compatriota Sergio ‘Checo’ Pérez assinou com a McLaren para substituir Lewis Hamilton, que partiu para a Mercedes. Com Esteban, a escuderia de Hinwil garantiu o forte aporte financeiro da Telmex e o grupo de empresas do bilionário Carlos Slim, seu apoiador.