carregando
F1

Sainz destaca rivalidade e revela que Toro Rosso vive “clima mais tranquilo e aberto” desde saída de Verstappen

Carlos Sainz entende que o ambiente na Toro Rosso ficou mais leve depois da saída de Max Verstappen, que foi promovido para a Red Bull. Na opinião do espanhol, a equipe de Faenza trabalha mais tranquila neste momento

Warm Up / Redação GP, de Curitiba

Carlos Sainz acha que o ambiente dentro da Toro Rosso mudou significativamente desde a saída de Max Verstappen. O jovem holandês foi promovido para a Red Bull, no mês de maio, depois que a cúpula austríaca decidiu rebaixar Daniil Kvyat. 
 
Na verdade, as tensões vinham crescendo nas garagens de Faenza devido à rivalidade entre Sainz e Verstappen, especialmente por conta da resistência de Max em aceitar as ordens impostas pela equipe. 
 
O espanhol, no entanto, insistiu que um possível atrito futuro entre ambos não foi o motivo para a mudança de equipe do rival, como chegou a sugerir o consultor Helmut Marko, mas admitiu que o clima na equipe é mais harmonioso agora. 
Carlos Sainz Jr. (Foto: Peter Fox/Getty Images)

"Talvez tudo esteja mais aberto agora, todo mundo começou a trabalhar mais junto, talvez mais como uma equipe", disse Carlos em entrevista à revista inglesa 'Autosport'. 
 
"Quando você tem dois companheiros de equipe fortes, sempre vai haver algum atrito. Mas não é algo que eu não estava gostando. Tivemos apenas de lidar com isso, mas não vejo como uma situação ruim", completou Sainz, descartando também a ideia de que sua melhora de performance tenha sido impulsionada pela saída de Verstappen do time.
PADDOCK GP #41 ABORDA F1, MOTOGP, OLIMPÍADA E MORTE DE CLAUSON