F1

Rosberg se entusiasma com volta da pole e vê como “uma das três melhores” da carreira. Mas prega cautela por Red Bull

Nico Rosberg ficou tão contente com o domínio imposto neste sábado (17) em Cingapura que afirmou que a volta que lhe deu a pole foi uma das três melhores da carreira na F1. Só que nem tudo são flores: o piloto não escondeu a preocupação com a Red Bull de Daniel Ricciardo

Warm Up / EVELYN GUIMARÃES, de Curitiba

Dono da pole-position para o GP de Cingapura da F1 neste domingo, Nico Rosberg exaltou o desempenho de gala que apresentou pelas ruas de Marina Bay e descreveu a volta que lhe deu a posição de honra no grid como "uma das três melhores" de toda a carreira na F1. De fato, o giro decisivo foi feito em sua primeira tentativa e, sem qualquer erro, o alemão cravou 1min42s584. A marca foi tão boa que o piloto da Mercedes sequer conseguiu andar abaixo disso na passagem derradeira. E ainda colocou 0s531 em cima de Daniel Ricciardo, o homem que mais perto esteve de Nico na parte final da classificação. 
 
Esta foi a primeira pole do vice-líder do Mundial na pista da cidade-estado asiática, mas a 29ª da carreira e a sétima do ano. Rosberg também se prepara para disputar seu 200º GP no Mundial. "Definitivamente, estou muito feliz com esse resultado às vésperas do meu GP de número 200", disse o piloto aos jornalistas logo depois da definição do grid.
 
"Com certeza, foi uma das minhas três melhores voltas na carreira. Estou realmente muito contente que tudo funcionou bem. Às vezes, não estava claro o quanto teríamos de fazer na comparação com a Red Bull, porque eles foram velozes com os supermacios no Q2. Então, sabia que teria de tirar o máximo do carro para conseguir a pole aqui e foi legal", completou.
Nico Rosberg celebra neste fim de semana seu GP de número de 200 na F1 (Foto:Pirelli)
Questionado sobre os cuidados na largada, que vem sendo o calcanhar de Aquiles da Mercedes no ano, Rosberg não escondeu a preocupação pelo fato de que Daniel Ricciardo, que vai dividir a primeira fila, larga de compostos vermelhos. E admitiu que vê a Red Bull como uma ameaça séria à vitória.
 
"Sem dúvida, vamos ficar de olho nele. Eles foram muitos rápidos em ritmo de corrida na sexta-feira e provavelmente muito mais do que a classificação mostrou. E eles são uma ameaça, especialmente com os supermacios", concluiu.
PADDOCK GP #46 TRAZ BOB KELLER E DEBATE VITÓRIAS DE FRAGA E PEDROSA