F1

Renault se despede de Hülkenberg com perucas loiras em Abu Dhabi

Em clima de despedida e ainda com o futuro indefinido, Nico Hülkenberg ganhou uma homenagem inusitada da Renault. Desde Daniel Ricciardo aos mecânicos e engenheiros da equipe, a maioria vestiu perucas loiras para homenagear o piloto alemão nesta tarde de domingo (1) em Abu Dhabi

Grande Prêmio / FERNANDO SILVA, de Sumaré
Nico Hülkenberg vai fazer, neste domingo (1), sua última corrida defendendo a Renault na F1. Ainda sem saber como vai ser o futuro da sua carreira depois do GP de Abu Dhabi, o alemão ganhou uma homenagem inusitada da equipe anglo-francesa. Desde Daniel Ricciardo aos engenheiros e mecânicos, todos vestiram perucas loiras. As exceções ficaram por conta dos dirigentes Alain Prost e Jérome Stoll.
 
Hülkenberg encerra um ciclo de três anos com a Renault. Contratado em 2017 para ser a referência em termos de experiência da equipe, o alemão disputou 61 GPs e obteve como melhor resultado dois quintos lugares: nos GPs da Alemanha de 2018 e da Itália de 2019.

 
Entretanto, a Renault optou por não renovar o contrato com ‘Hülk’ — que segundo o ‘Business Book GP 2019’ recebia cerca de US$ 8 milhões (R$ 33 milhões) por temporada —. A equipe trouxe Esteban Ocon da Mercedes para formar dupla com Ricciardo em 2020. O francês, inclusive, vai estrear pela nova casa já nesta terça-feira na abertura da sessão de testes coletivos em Abu Dhabi.

Diretor da Renault, Cyril Abiteboul agradeceu ao alemão pelo trabalho ao longo dos últimos anos. “Está claro que Nico foi fundamental no nosso progresso na F1. Precisávamos de um piloto com experiência e maturidade para nos ajudar a dar o próximo passo. Não foi uma decisão fácil, já que ele tem atributos muito fortes: é um ótimo piloto, sempre motivado, busca sempre por mais, o que, por sua vez, nos estimulou. Desejamos a ele sorte no futuro e agradeço, sinceramente, pela sua enorme contribuição para a Renault nos últimos três anos”.
 
Sobre o futuro nas pistas, nem o piloto sabe dizer qual será seu destino depois da corrida deste domingo em Yas Marina. “É muito difícil dizer. Vamos ter de ver o que acontece em 2021 e analisar minha vida. Vamos ver”, comentou o alemão durante a parada dos pilotos que antecedeu a disputa em Abu Dhabi. Nico vai largar na nona colocação.
 
O GRANDE PRÊMIO acompanha AO VIVO e em TEMPO REAL o fim de semana do GP de Abu Dhabi de F1. Siga tudo aqui.

Paddockast # 44
RETROSPECTIVA 2019: MUITO QUE BEM, MUITO QUE MAL


Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM
Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.