F1

Renault cita evolução na pré-temporada, mas reconhece desempenho ruim na Austrália: “Parece que andamos para trás”

A primeira prova da temporada 2015 da F1 não foi nada positiva para quem usa motores Renault. Tanto Toro Rosso quanto Red Bull apresentaram problemas e ficaram longe dos primeiros lugares

Warm Up / Redação GP, de São Paulo
A primeira etapa da temporada 2015 da F1 ligou um sinal de alerta na Renault. Neste domingo (15), as equipes que utilizam os motores franceses ficaram longe das primeiras colocações no GP da Austrália e Max Verstappen, em sua estreia pela Toro Rosso, já perdeu o primeiro motor disponível para o campeonato.
 
Diretor da Renault, Cyril Abiteboul garantiu que a Renault progrediu durante a pré-temporada, mas admitiu que isto ficou longe de transparecer em Melbourne.
 
“Nós sabemos que tivemos um progresso verdadeiro durante a pré-temporada, mas não conseguimos mostrar isso e na verdade nós parecemos ter andado para trás aqui”, disse o diretor.
 
Para o francês, porém, talvez a Renault não demore tanto para corrigir os problemas apresentados na primeira prova.
 
“Se formos ver o ritmo que desenvolvemos nosso programa nas últimas semanas da pré-temporada, pode ser que não demoremos tanto para alcançar as melhorias que precisamos para agora”, falou.
O péssimo desempenho na Austrália das equipes que utilizam motores Renault já preocupa (Foto: Getty Images)
Diretor de operações da fornecedora francesa, Remi Taffin culpou especialmente a dirigibilidade pelos problemas enfrentados pelos pilotos de Red Bull e Toro Rosso.
 
“O maior problema foi relacionado à dirigibilidade. Isto fez com que os pilotos não conseguissem se sentir confortáveis nos carros”, explicou.
 
Taffin encerrou afirmando que o motor e seus problemas custaram voltas rápidas e pontos para os pilotos das duas equipes.
 
“Este problema interfere diretamente na confiança dos pilotos. É um problema de incompatibilidade entre motor e carro e isso nos custou voltas rápidas e até pontos nessa primeira etapa”, completou.
 
A Renault teve uma primeira etapa muito complicada. Daniil Kvyat sequer largou, Verstappen abandonou, Carlos Sainz Jr. ficou em nono e Daniel Ricciardo foi o melhor, chegando na sexta colocação. 
 
As imagens do domingo do GP da Austrália