F1

Räikkönen diz não saber o que causou acidente na largada em Singapura: “Estava na frente e me acertaram por trás”

Kimi Räikkönen nem entendeu direito o desenrolar do acidente na largada do GP de Singapura. O finlandês argumenta que já estava na frente de Max Verstappen e Sebastian Vettel quando sentiu um toque por trás

Warm Up / VITOR FAZIO, de Porto Alegre

Kimi Räikkönen ainda não entendeu direito o que causou o frustrante acidente na largada do GP de Singapura deste domingo (17). No enrosco com Max Verstappen e Sebastian Vettel, tudo que o finlandês sabe é que virou passageiro após ser acertado por trás. 
 
“Eu tive uma boa largada, mas em seguida eu já estava na primeira curva e não tinha mais o que eu pudesse fazer”, recordou Räikkönen. “Eu perdi uma roda, e aí é claro que você perde controle do carro. Eu estava indo reto, não sei o que aconteceu na minha direita”, seguiu.
 
O finlandês também acredita que não tinha o que fazer para evitar o toque. “Eu já tinha passado, estava com as rodas na frente quando me acertaram por trás”, comentou.
Acidente na largada em Singapura tirou Vettel, Räikkönen e Verstappen da corrida (Foto: AFP)

Mesmo que de forma involuntária, Räikkönen e Vettel espremeram Verstappen logo nos primeiros metros. Kimi e Max saíram de combate no mesmo instante e ainda levaram Fernando Alonso de arrasto. Sebastian até manteve controle do carro e tentou ir em frente, mas os danos na lateral eram graves demais.
 
O debate sobre o culpado pelo acidente é motivo de controvérsia nas redes sociais. Na sala dos comissários da FIA, nem tanto. A entidade optou por não punir nenhum dos três pilotos pelos toques.
 
O acidente na largada é um golpe duríssimo nas esperanças de título de Vettel. Além de deixar Singapura sem pontos, o alemão viu Lewis Hamilton vencer e abrir 28 pontos de vantagem no Mundial de Pilotos.
 
KUBICA TEM WILLIAMS COMO GRANDE CHANCE PARA VOLTAR À F1 EM 2018. E PODE "SOBRAR MUITO" PARA MASSA