F1

McLaren vê dupla ideal com Sainz e Norris e justifica: “Não faz sentido dar teste a Alonso”

Andreas Seidl voltou a garantir que Lando Norris e Carlos Sainz são o futuro da McLaren e explicou os motivos para não querer que Fernando Alonso ande nos treinos livres e testes

Grande Prêmio / Redação GP, de São Paulo
Andreas Seidl voltou a falar da situação de Fernando Alonso na McLaren na F1. Garantindo que o espanhol ainda faz parte da "família", o chefe do time reiterou que a dupla Carlos Sainz e Lando Norris é também para o futuro e explicou que, assim, os dois que precisam andar nos treinos livres e nos testes e não um piloto veterano como Alonso, por isso o veto.
 
Seidl deixou clara sua admiração pelo bicampeão da F1 e explicou que o asturiano foi inclusive um desejo para o projeto da Porsche no WEC. Agora, no entanto, é hora de aceitar que foi o próprio piloto que pediu para deixar a McLaren no ano passado.
Andreas Seidl defende as escolhas de Zak Brown (Foto: McLaren)
"Queria ter trabalhado com Fernando na Porsche. Ele é um dos melhores pilotos do planeta. Ele contribuiu muito até sua última corrida em um carro que não era competitivo. Nos deu também muita informação no ano passado que gerou o carro de 2019. Mas ele não quis seguir na F1 num carro que não vencesse e aí tivemos de aceitar", disse ao site norte-americano 'Motorsport.com'.
 
O dirigente comentou que Zak Brown precisou buscar novas opções com a saída de Alonso e voltou a bater na tecla de que os jovens são o futuro do time de Woking e que, como ainda estão com pouco tempo de carro, devem seguir nos testes e treinos livres, o que justifica o veto da ida de Fernando para a pista em 2019.
 
"Zak decidiu, então, buscar uma nova dupla com Lando e Carlos. E o rendimento deles tem sido muito bom, é a combinação ideal para a situação que nos encontramos como equipe. Eles podem virar pilotos tops junto conosco. Esperamos que possamos seguir evoluindo juntos. Eles são o futuro do time, todos os segundos de pista que temos precisam ser deles. Não tem sentido dar tempo de teste ao Fernando, essa foi minha posição. Fernando segue sendo parte da família McLaren", completou.
 
 
Paddockast #24
A BATALHA: Indy x MotoGP



 
Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.