carregando
F1

Massa se impressiona com características do circuito de Baku: “Tem um pouco de Monza e um pouco de Mônaco”

Felipe Massa caminhou pelo mais novo circuito da F1 e ficou muito satisfeito com o que viu. Na visão do brasileiro, o traçado azeri reúne um mix de características que compreendem o circuito mais rápido e também o mais lento de todo o calendário

Warm Up / Redação GP, de Sumaré

Aos poucos, os pilotos do Mundial de F1 vão conhecendo melhor o mais novo circuito do calendário. Baku, no Azerbaijão, recebe neste fim de semana o GP da Europa, oitava etapa da temporada 2016, e vão correr no traçado urbano que é cercado de expectativa. Sergio Pérez, por exemplo, entende que o circuito de Baku é o mais difícil de toda a F1. Felipe Massa não foi tão incisivo quanto o mexicano da Force India, mas fez sua análise da pista de 6,003 km.
 
Depois de caminhar pelo longo traçado azeri, Massa destacou os trechos de baixíssima velocidade, sobretudo entre as curvas 8 e 11. A curva 8, por exemplo, tem uma largura de apenas 7,1 m, sendo um dos grandes desafios que os pilotos terão de enfrentar no fim de semana.
 
E a partir da curva 16, o circuito compreende um trecho muito veloz, praticamente todo de reta, onde os pilotos deverão alcançar os 340 km/h. Massa acredita que a Williams terá boas possibilidades de desempenhar um trabalho decente no fim de semana do GP da Europa.

 
Na visão do piloto brasileiro da Williams, Baku compreende características de Sóchi, na Rússia, onde o time britânico foi muito bem, mas também dos clássicos e totalmente opostos circuitos de Mônaco e Monza, respectivamente o mais lento e o mais rápido de todo o calendário.
 
“Parece muito bonita, parece mesmo uma bela pista”, detalhou o veterano. 
Vista aérea de Baku, a casa da F1 neste fim de semana de GP da Europa (Foto: Getty Images)

“Acho que a primeira impressão é que a pista é um pouco como a da Rússia. Há uma parte bastante lenta, tem um pouquinho de Mônaco. E aí, do outro lado, você tem uma reta bastante longa, que se parece um pouco com Monza”, avaliou Felipe, satisfeito com a primeira impressão de Baku.
 
“Então é um misto de pistas bem diferentes, parece muito bonita”, finalizou Massa.
PADDOCK GP #33 ANALISA GP DO CANADÁ E FAZ PRÉVIA DO GP DA EUROPA