F1

Massa desaprova decisão de Alonso de perder etapa da F1 e revela veto de esposa sobre correr em Indianápolis

Felipe Massa também acompanhou o primeiro teste de Fernando Alonso para as 500 Milhas de Indianápolis com curiosidade, mas disse, nesta quinta-feira (11), em Barcelona, que não faria o que o espanhol está fazendo. Massa acha errado também perder uma etapa da F1. O brasileiro ainda revelou que esposa já o proibiu de tentar qualquer competição em pistas ovais

Warm Up / THIAGO ARANTES, de Barcelona

A decisão de Fernando Alonso de trocar o GP de Mônaco pelas 500 Milhas de Indianápolis movimentou o mundo da F1 nas últimas semanas. E os demais pilotos reagiram de maneiras diferentes à notícia. Felipe Massa, por exemplo, afirmou que jamais tomaria uma atitude como a do ex-companheiro de equipe. 
 
“Acho que isso não é certo, de nenhuma maneira. Você está correndo na categoria mais importante do mundo, para uma equipe grande... E daí você deixa de correr em Mônaco pra correr em outro campeonato? Isso não é certo. É claro que eles têm algum motivo para isso: Fernando, ou a Honda, enfim...”, disse o brasileiro, questionado pelo GRANDE PRÊMIO sobre o assunto, nesta quinta-feira, em Barcelona. 
 
Apesar de não aprovar a decisão do espanhol, Massa revelou-se entusiasmado para ver o que Alonso será capaz de fazer em Indianápolis. O bicampeão (2005-06) vive momento difícil na carreira, com a McLaren muito longe das primeiras posições; por isso, decidiu mudar de ares. 
Felipe Massa teve um bom começo de fim de semana em Sóchi (Foto: Williams)

“Eu realmente respeito Fernando pelo que ele está fazendo, uma corrida completamente nova para ele, muito desafiadora. Mas não é certo. Só que, como eu disse, eles têm os motivos deles para fazer isso. De qualquer forma, sempre respeitamos quando um piloto do mais alto nível começa do zero. Eu vou torcer para ele na corrida, com certeza”, disse o piloto da Williams. 
 
O comprometimento com a equipe e o fato de a F1 ser a categoria máxima do automobilismo foram os dos principais argumentos de Massa para defender sua posição de jamais faltar a um GP para disputar uma prova de outra categoria; mas, ainda que ele quisesse, teria problemas para fazê-lo. Um problema com nome e sobrenome: Raffaela Bassi, sua esposa. 
 
“Eu estava assistindo o teste de Fernando pela internet, para ver como ele estava indo, e minha mulher veio e falou: ‘Você não está pensando em fazer isso ano que vem, né?’. Eu disse ‘Não, não...’, mas depois falei ‘você sabe que eu sou muito rápido nas curvas rápidas...’ E ela disse: ‘Não me importa’”, contou, bem-humorado.  
 
Questionado sobre que outras provas gostaria de fazer fora da F1, Massa não mostrou-se muito empolgado sobre nenhuma em particular, mas citou a experiência de Nico Hulkenberg, da Renault, em Le Mans, como “um exemplo legal”. O alemão venceu a edição de 2015 da mais famosa prova de endurance do mundo.    

GRANDE PRÊMIO está em Barcelona e traz tudo que acontece na quinta etapa do campeonato da F1 com o repórter Thiago Arantes. Acompanhe todas as atividades AO VIVO e em TEMPO REAL.
RUMOR SOBRE PRÉ-ACORDO COM MERCEDES PODE ESTRAGAR RELAÇÃO ENTRE VETTEL E FERRARI