F1

Hülkenberg cobra após ser jogado para fora da pista e Magnussen dá resposta irônica: “Chupe minhas bolas”

Piloto alemão da Renault perdeu posições com manobra de dinamarquês da Haas, cobrou o rival durante entrevista ao vivo e recebeu resposta nada educada em troca

Warm Up, de Hungaroring / FELIPE NORONHA, de São Paulo

Um momento prosaico ocorreu ao final da corrida em Hungaroring. Durante entrevista ao vivo para a TV3, da Dinamarca, Kevin Magnussen usou palavras não muito educadas na direção do rival Nico Hülkenberg ao ser confrontado.

O piloto da Renault afirmou que Magnussen merecia “mais uma vez o título de piloto mais antidesportivo da prova”. Ao ouvir as palavras de Hülkenberg, que fazia sinal de positivo de forma irônica, o dinamarquês parou a entrevista e respondeu: “Chupe minhas bolas”.

 O confronto se deu após disputa na pista. Magnussen lutava pelo 11° lugar com Hülkenberg, que estava à frente. Ao ultrapassá-lo, jogou o rival para fora da pista.

A manobra veio como resposta a uma ação de Hülkenberg, que anteriormente havia forçado passagem sobre Romain Grosjean de maneira que não agradou ao dinamarquês.



Magnussen terminou o GP da Hungria em 11°, enquanto Hülkenberg acabou caindo para 17° no final da prova. 

“Eu dei os parabéns por ser o piloto mais antidesportivo do grid. Ele é um nojo. Jogar duro na hora de se defender é ok, mas jogar as pessoas contra o muro é crueldade. O que ele fez ali, parar de virar o volante para me mandar para fora da pista, é basicamente uma atitude de cuzão. Ele tem algo errado na cabeça. Trocamos belas palavras, ele disse aquilo. Sempre fica interessante com ele”

Este não foi o único "duelo" de palavras do domingo. Daniel Ricciardo, que abandonou a prova após toque de seu companheiro de Red Bull, Max Verstappen, chamou o holandês de "amador". Verstappen, após a prova, pediu desculpas.
CASO VÁ BEM EM TESTE, KUBICA DEVE VIRAR TITULAR DA RENAULT JÁ A PARTIR DO GP DA BÉLGICA