carregando
F1

Hamilton defende pista de Baku, diz que pilotos “reclamam demais” e revela plano de reação: “Vou sentar e sorrir”

Lewis Hamilton saiu em defesa do traçado de Baku e afirmou que alguns pilotos “reclamam demais”. Britânico acusou rivais de quererem tirar a personalidade e a vida dos circuitos

Warm Up / Redação GP, de São Paulo
Lewis Hamilton não gostou nada das críticas feitas por alguns de seus rivais ao traçado de Baku. Na visão do campeão vigente da F1, alguns de seus pares “reclamam demais”.
 
Após o primeiro dia de treinos na estreante pista do Azerbaijão, alguns pilotos reclamaram de ondulações no asfalto. Jenson Button, inclusive, chegou a colocar a pista do GP da Europa como um passo atrás em termos de segurança.
Lewis Hamilton tem um plano para enfrentar críticas ao circuito de Baku: sentar e sorrir (Foto: Mercedes)

Hamilton, por outro lado, não se mostrou incomodado com as características da pista e acusou os rivais de quererem tirar a personalidade e a vida dos circuitos.
 
“Esses pilotos reclamam demais sobre muitas coisas”, disparou Lewis. “É realmente ondulado na reta principal e você não pode enxergar a curva um realmente bem. O carro vibra, é realmente duro, mas isso faz parte das corridas”, seguiu.
 
“Esses caras querem que seja mais suave do que nunca, sem vibrações e sem ondulações. Eles querem tirar toda a personalidade e a vida das pistas”, disse. “Estou feliz que esta tenha ondulações, mas eu posso garantir que terão aqueles que vão dizer essas coisas. Eu vou apenas sentar e sorrir”, acusou.
 
Após os treinos em Baku, Button avaliou que alguns pontos da pista nem sequer permitem que os carros exibam as características mais marcantes da F1, mas, ainda assim, elogiou algumas partes do traçado.
 
Líder do Mundial, Nico Rosberg avaliou que a pista de Baku é “divertida para guiar”, mas também manifestou preocupação com a segurança.
 
“É empolgante na subida para o castelo, mas têm alguns lugares que são um pouco arriscados demais, como, por exemplo, a entrada do pit-lane, que é bem no limite”, indicou Nico.
 
PADDOCK GP #33 ANALISA GP DO CANADÁ E FAZ PRÉVIA DO GP DA EUROPA