F1

Gutiérrez vê desrespeito em gesto de Hamilton com dedo do meio na Hungria: “Campeão mundial não deve fazer isso”

Esteban Gutiérrez e Lewis Hamilton protagonizaram a melhor cena do GP da Hungria deste domingo (24). O inglês acabou ficando preso atrás do retardatário mexicano, e quando conseguiu ultrapassá-lo, acabou mostrando o dedo, claramente irritado

Warm Up / Redação GP, de São Paulo
Esteban Gutiérrez se mostrou completamente desconfortável com o gesto de Lewis Hamilton durante o GP da Hungria deste domingo (24). O inglês ficou preso atrás do mexicano na reta principal de Hungaroring, e quando conseguiu ultrapassar o adversário, acabou mostrando o dedo do meio, claramente irritado.
 
Sobre o incidente, o titular da Haas opinou dizendo que não era necessário um piloto como o tricampeão fazer isso. “Eu falei com ele no passado. Acredito que ele seja bastante respeitoso, ele é campeão mundial, mas não acho que ele deve fazer essas coisas”, disse.
 
“Ele deve respeitar todos os competidores. Nunca se sabe, talvez no futuro eu esteja brigando pelo campeonato com ele, então ele deve respeitar isso”, completou.
 


Por não ter obedecido as bandeiras azuis, Gutiérrez acabou ganhando 5s de punição. No entanto, o mexicano se defendeu. “Eu não as ignorei. Simplesmente dois carros vinham muito rápido atrás de mim. Claro, eu estava focado na minha corrida, eles se aproximaram muito velozes e eu estava decidindo qual seria o ponto mais seguro para deixa-os ultrapassar”, explicou.
 
“Não tenho comentários sobre a penalização. Como eu disse, eu tinha visto as bandeiras azuis, mas eu realmente estava procurando o local mais seguro para que eles passassem”, completou.
 
No entanto, Hamilton se defendeu, afirmando que ele apenas acenou sua mão como um gesto de frustração. “Eu perdi muito tempo atrás dele e ao mesmo tempo Nico Rosberg estava se aproximando”, comentou.
 
“Isso complicou demais. Talvez eu tenha desejado ter mostrado o dedo do meio, mas acabei não fazendo”, encerrou o inglês.
PADDOCK GP #38 VAI A PIRACICABA PARA LANÇAMENTO DA F-INTER