carregando
F1

Grosjean critica manobra de Sainz no Canadá e vê semelhanças com erro cometido no GP da Bélgica em 2012

Para Romain Grosjean, Carlos Sainz cometeu um erro que resultou em um grande acidente no GP da Bélgica de 2012 – quando o próprio Grosjean espremeu Lewis Hamilton e tirou seis carros da corrida. Pelo incidente, Romain foi suspenso

Warm Up / Redação GP, de Porto Alegre

Romain Grosjean ficou muito perto de abandonar o GP do Canadá logo na largada. O francês foi uma das vítimas do erro de Carlos Sainz Jr., que em seguida rodou e acertou Felipe Massa por trás. Para Grosjean, o adversário cometeu um erro crasso – e que o próprio francês conhece bem.
 
“Eu estou muito, muito descontente com a manobra do Carlos [Sainz]. Me lembrou o GP da Bélgica de 2012”, disse Grosjean, recordando seu próprio acidente que vitimou seis carros. “Foi o mesmo tipo de manobra, que nem eu rodando o Lewis [Hamilton]. Se ele me viu ou não, eu estava lá. Eu estava do lado, é a mesma situação”, explicou.
 
Depois de bater em Lewis Hamilton e iniciar uma reação em cadeia que também vitimou Fernando Alonso, Sergio Pérez, Pastor Maldonado e Kamui Kobayashi, o francês foi alvo de duras críticas. Horas depois, a FIA revelou que Grosjean estava suspenso da próxima corrida, o GP da Itália.
 
“Não digo que ele [Sainz] merece uma suspensão ou uma grande multa como eu tive. Mas fico bem incomodado com o comportamento dele. Foi muito perigoso”, lamentou.
Romain Grosjean causou um grande acidente no GP da Bélgica de 2012 (Foto: Reprodução)

Mesmo perdendo a asa dianteira ao se enroscar com Sainz, Grosjean conseguiu fazer uma boa corrida. Beneficiado pelos azares alheios, o francês cruzou a linha de chegada em décimo.
 
Sainz não teve um final feliz. O piloto foi considerado culpado e vai perder três posições no grid do GP do Azerbaijão. Através de sua conta no Twitter, Carlos explicou que Grosjean “ficou em um ponto cego” e pediu desculpas.
 
A NOVA F1 SE APROXIMA MAIS DA INDY. E ÁUDIO EM MÔNACO É PROVA