F1

Foto: Red Bull enche carro de sensores, e Ricciardo se sente dirigindo como 'Exterminador do Futuro' em teste

Tentando melhorar o desempenho do chassi do RB11, a Red Bull mandou Daniel Ricciardo andar com enormes sensores no teste desta quarta na Áustria. Ele se sentiu no filme 'O Exterminador do Futuro'

Warm Up / Redação GP, de São Paulo
Em testes, é procedimento normal as equipes montarem sensores em seus carros para coletar informações mais precisas a respeito da aerodinâmica dos bólidos. Mas, às vezes, elas exageram, como a Red Bull nesta quarta-feira em Spielberg.

No último dia de treinos coletivos do ano, o time mandou Daniel Ricciardo à pista com dois enormes sensores. O australiano até deu um apelido: 'O Exterminador do Futuro'.

"Demos muitas voltas hoje, e isso incluiu uma grande pausa na hora do almoço para fazer mudanças no carro, então foi muito bom conseguir dar mais de 100 voltas. Aprendemos algumas coisas e testamos muitas outras. Tivemos um negócio enorme no carro de manhã para testar a aerodinâmica, parecia algo do filme 'O Exterminador do Futuro', mas tudo é informação importante para os aerodinamicistas e vai ajudar a progredir", disse.

Ricciardo fechou o dia com 116 voltas e o oitavo tempo. No campeonato, ele é o sétimo colocado, com o melhor resultado sendo o quinto lugar no GP de Mônaco.
Daniel Ricciardo e os sensores do 'Exterminador do Futuro' (Foto: Reprodução/Twitter)
VIU ESSA? TORCEDOR FLAGRA ACIDENTE DOS CAMPEÕES NA ÁUSTRIA