carregando
F1

Ferrari se desculpa e escapa de punição por “comportamento inadequado” no Parque Fechado após vitória em Cingapura

A Ferrari escapou de qualquer sanção depois que os comissários a chamaram na sala da FIA para explicar as comemorações no Parque Fechado logo após a corrida. A equipe italiana teve de pedir desculpas pelo incidente

Warm Up / Redação GP, de Curitiba
A Ferrari precisou escrever uma carta de desculpas aos organizadores do GP de Cingapura pelo incidente no Parque Fechado logo depois da corrida, mas não vai sofrer qualquer punição pela comemoração dos membros da equipe italiana pela vitória de Sebastian Vettel. Na verdade, alguns mecânicos invadiram a área reservada para celebrar o triunfo.

A esquadra de Maranello, que conquistou neste domingo (20) seu terceiro triunfo na temporada 2015, foi convocada pelos comissários para explicar uma violação do Código Esportivo Internacional, Art. 12.1.1.i., que fala em "não seguir as instruções dos funcionários para uma conduta segura e ordenada do evento".
Vettel celebra com membros da Ferrari (Foto: AP)
A entidade que rege o esporte disse que alguns funcionários do time vermelho tiveram um "comportamento inadequado” após a prova asiática. Maurizio Arrivabene, chefe da Ferrari, pediu "desculpas incondicionais" pelo incidente.

"Os comissários, depois de receberem uma denúncia do secretário do evento em nome de si mesmo e dos membros da segurança do Parque Fechado de que funcionários da Ferrari não obedeceram às instruções e que se comportaram de forma inadequada, ouviram o chefe da equipe, o secretário do evento e o chefe da segurança", afirmou o comunicado da FIA.

"O representante da equipe se ofereceu para enviar um pedido de desculpa incondicional por escrito para todos os que foram afetados, com garantia de que o incidente não voltará mais a acontecer", completou o comunicado.