carregando
F1

Escaldado, Hülkenberg admite cuidado com rumores sobre Ferrari, mas diz que é insensato não considerar “todas as opões”

Já experiente em termos de especulações na F1, Nico Hülkenberg disse que tem cuidado quanto aos rumores, especialmente aos que ligam seu nome à Ferrari, mas admitiu que seria insensato não considerar todas as ofertas que surgiram para o futuro

Warm Up / Redação GP, de Curitiba
Nico Hülkenberg admitiu que seria insensato não avaliar suas opções no mercado de pilotos na F1, em meio às crescentes especulações que associam seu nome a possíveis candidatos ao posto de Kimi Räikkönen na Ferrari, para a temporada 2016. Sempre alvo de rumores, o alemão ganhou ainda mais destaque nas últimas semanas depois da vitória com a Porsche nas 24 Horas de Le Mans, no mês passado.

Entende-se que, no momento, a equipe italiana concentra seus esforços em tentar tirar da Williams o finlandês Valtteri Bottas, mas também não descartou tentar Daniel Ricciardo. O problema é que o australiano ainda possui um contrato de três anos com a Red Bull.

Nesta quinta-feira (2), em Silverstone, palco da nona etapa da temporada 2015, Hülkenberg falou sobre os rumores e as expectativas para o futuro. O piloto da Force India se mostrou cauteloso e disse, que depois de ter ficado tão perto da Ferrari nas últimas temporadas, prefere olhar o cenário com mais cuidado. Questionado se pretende renovar com a equipe indiana ou tentar outra vaga, o alemão respondeu: "Depende da oferta".
Nico Hülkenberg durante o primeiro treino livre em Xangai (Foto: Force India)
"Obviamente, você tem de avaliar as opções, tem de observar o mercado e entender o que está realmente disponível e o que pode se tornar disponível. Seria insensato não fazer isso", completou.

Nico deixou claro que, sem uma definição da Ferrari sobre Räikkönen e com a situação de Bottas ainda incerta, alguns fatores que podem influir em uma mudança para a escuderia vermelha não estão em suas mãos. "Eu estou bem. Acho que a coisa mais importante para mim agora é manter minha performance e atingir 100% a cada fim de semana. É o melhor que posso fazer e as demais coisas devem se acertar", explicou.

"Nem tudo está em minhas mãos ou sob meu controle, há outras situações e fatores que podem influir. Ainda é cedo para tudo isso. Eu estou bem onde estou e vou continuar trabalhando duro aqui", emendou Hülkenberg.

O piloto, por fim, ainda garantiu que todas as especulações envolvendo seu nome na Ferrari não alteram sua mentalidade e não vão mudar sua forma de pilotar. "Você faz boas corridas e é isso que acontece. É normal. Isso não muda nada para mim. Estou realmente focado na situação de agora e quero me concentrar nisso", declarou o alemão, acrescentando, no entanto, que a vitória em Le Mans foi uma oportunidade de ouro para reavivar a carreira.

"Tem sido três semanas muito boas para mim, com muitas coisas positivas", encerrou.