F1

Com “obra-prima ainda incompleta”, Hamilton garante: não pensa em parar

A confirmação do hexacampeonato mundial de F1 deixa Lewis Hamilton a apenas um título de igualar o maior de todos os campeões: Michael Schumacher. Com um ano para o fim do seu contrato com a Mercedes, o britânico deixa claro que, agora que está tão perto, não há motivos para parar. Mas, ao mesmo tempo, o piloto lembra que não quer fazer planos a longo prazo

Grande Prêmio / FERNANDO SILVA, de Sumaré
Ao conquistar o hexacampeonato mundial, ser o segundo maior campeão da história da F1 e estar a apenas um título de igualar Michael Schumacher, Lewis Hamilton garante: ainda não pensa em parar. Tudo para alcançar às marcas do alemão — dono do maior número de títulos e também maior vencedor da F1, com 91 triunfos — ou até superar seus recordes. 
 
É inevitável que o britânico seja questionado sobre seu futuro no esporte, ainda mais porque seu contrato com a Mercedes vai até o fim do ano que vem, mas o piloto diz que ainda pretende ficar mais algum tempo no grid para concluir o que definiu como “obra prima ainda incompleta”.
Lewis Hamilton avisa que ainda não pensa em encerrar seu ciclo na F1 (Foto: AFP)
“Jamais imaginei que um dia estaria tão perto do que Michael alcançou”, declarou o hexacampeão em entrevista coletiva pouco depois de selar a conquista do título no último domingo (3) em Austin. “É tão absurdo”, se impressiona o britânico.
 
“Estou trabalhando em uma obra-prima, que ainda está incompleta. Leva tempo para dominar um ofício. Enquanto sentir que estou dominando, há mais peças no quebra-cabeças para encaixar”, acrescentou o dono de 83 vitórias, 87 poles e 150 pódios em 248 GPs disputados na F1.
 
“Sempre disse a você que alcançar Michael nunca foi de fato uma meta para mim. Definitivamente jamais pensei que um dia chegaria tão perto”, falou Hamilton a respeito de quem foi seu antecessor na Mercedes. Lewis chegou ao time prateado justamente para substituir Schumacher, que encerrou sua carreira no fim de 2012.
 
“Estava tão longe, agora parece tão perto, mas ainda assim, está longe”, explica Lewis, salientando, nas entrelinhas, que não pensa em deixar a Mercedes. “Quero continuar a crescer com a equipe, então este é o objetivo”.
 
Contudo, Hamilton avisa que não trabalha com um projeto de seguir na F1 em longo prazo, preferindo pensar em períodos mais curtos. “Mas não quero olhar muito adiante. Você não sabe o que o futuro vai reservar. Você precisa curtir cada dia e sorrir”, complementou o hexacampeão.
Paddockast #40
QUEM VOCÊ ENTREVISTARIA NO GP DO BRASIL?


Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.