F1

Com apenas Massa começando temporada 2013, Brasil vive situação inédita em 35 anos

A saída de Luiz Razia deixou o Brasil com apenas um piloto na F1, Felipe Massa, uma cena que não era vista desde 1978

Warm Up / VICTOR MARTINS, de São Paulo

A até esperada quebra de contrato da Marussia com Luiz Razia por falta de pagamento — da segunda parcela do acordo, segundo informação da revista ‘Autosport’ — nesta sexta-feira (1) reduziu a um o número de pilotos brasileiros no campeonato da F1 — uma situação também esperada por muitos desde o ano passado, quando Bruno Senna se viu em situação delicada depois de ter sido defenestrado da Williams.

É só Felipe Massa que vai mostrar a bandeira verde e amarela nos GCs da TV e, eventualmente, nos pódios das 19 etapas da temporada. O fato é incomum para um país acostumado a ter pilotos de baciada nos últimos tempos, e só uma pesquisa minuciosa encontra a resposta da última vez quando o Brasil viu cenário igual: 1978.

Naquele Mundial, Emerson Fittipaldi deu a partida em voo solo pelo Brasil correndo por sua equipe. Na 11ª etapa, o GP da Alemanha, a Ensign passou a contar com Nelson Piquet, que marcou sua estreia na F1. Nelsão ainda fez corridas naquele campeonato pela McLaren (três) e pela Brabham (uma).

A última temporada inteira com apenas um brasileiro foi a de 1971, com Fittipaldi a ser acompanhado nas dez provas do calendário, com a Lotus, naquela temporada, sua primeira completa na categoria. Emerson foi o sexto colocado naquele Mundial, marcando 16 pontos. O campeão foi Jackie Stewart.

Emerson Fittipaldi em 1971: a última temporada com um brasileiro no grid da F1 (Foto: Getty Images)