carregando
F1

Com 18 anos e sete meses, Verstappen supera Vettel como piloto mais jovem a vencer uma corrida na F1

Max Verstappen suportou a pressão de Kimi Räikkönen e fez história neste domingo (15) ao superar Sebastian Vettel como o piloto mais jovem a vencer na F1. O #33 é também o primeiro holandês a triunfar no Mundial

Warm Up / JULIANA TESSER, de São Paulo
A F1 viveu um domingo (15) histórico neste fim de semana. Validando a decisão da Red Bull de sacar Daniil Kvyat e promover Max Verstappen ao posto de titular da equipe principal, o jovem holandês suportou a pressão de Kimi Räikkönen em Barcelona e chegou ao seu primeiro triunfo na categoria.
 
Como se o primeiro triunfo já não fosse especial o bastante, o #33 também fez história em Montmeló, já que superou Sebastian Vettel para se tornar o mais jovem a vencer na F1. O filho de Jos tem 18 anos, sete meses e 15 dias, contra os 21 anos, dois meses e 11 dias de Vettel no triunfo do GP da Itália de 2008.
Max Verstappen fez história neste domingo na Espanha (Foto: Xavi Bonilla/Grande Prêmio)
Em 2008, guiando pela Toro Rosso, Vettel venceu debaixo de um dilúvio em Monza, recebendo a bandeirada com 12s512 à frente de Heikki Kovalainen. Robert Kubica completou o pódio.

A lista dos jovens vencedores da F1 tem agora Fernando Alonso no terceiro posto. O asturiano triunfou na Hungria em 2003 com 22 anos e 26 dias. Troy Ruttman aparece na sequência — 22 anos, dois meses e 19 dias —, à frente de Bruce McLaren, que venceu nos Estados Unidos em 1959 aos 22 anos, três meses e 12 dias. O brasileiro mais jovem a vencer na F1 foi Emerson Fittipaldi, que subiu ao topo do pódio do GP dos Estados Unidos de 1970 aos 23 anos, nove meses e 22 dias. Ayrton Senna é o 19º mais jovem, com Felipe Massa em 21º, Nelson Piquet em 39º e Rubens Barrichello em 43º.
 
No outro extremo, Luigi Fagioli é o mais velho vencedor da F1. O italiano venceu na França em 1951 aos 53 anos e 22 dias. Giuseppe Farina — 46 anos, nove meses e três dias — aparece na sequência, com Juan Manuel Fangio — 46 anos, um mês e três dias — completando o top-3. O brasileiro mais velho a vencer um GP foi Nelson Piquet, que triunfou no Canadá em 1991 aos 38 anos, nove meses e 16 dias.
 
Além de ser o mais jovem vencedor, Max é também o primeiro piloto nascido na Holanda a vencer na F1. Ao longo da história, o país da Europa Ocidental teve 17 representantes na F1 — Christijan Albers, Michael Bleekemolen, Robert Doornbos, Jan Flinterman, Robin Frijns, Carel Godin de Beaufort, Boy Hayje, Jan Lammers, Ben Pon, Huub Rothengatter, Rob Slotemaker, Giedo van der Garde, Dries van der Lof, Gijs van Lennep, Jos e Max Verstappen e Roelof Wunderink —, mas o melhor resultado do país eram os dois terceiros lugares conquistados pelo pai do piloto da Red Bull em 1994 — Hungria e Bélgica.
 
Jos é também o dono do melhor resultado da Holanda no Mundial, já que fechou a temporada 1994 no décimo posto.
 
Em termos de grid, a melhor performance de um piloto da Holanda tinha sido o quarto lugar de Lammers no GP de Long Beach de 1980, um feito que foi repetido por Max no sábado.
 
Em seu segundo ano na categoria máxima do automobilismo mundial, Verstappen já convive com os holofotes há tempos. Alçado ao Mundial pela Red Bull diretamente da F3, o holandês foi o mais jovem a estrear na categoria, antes mesmo de completar 18 anos. Nos últimos dias, o nome de Max ganhou ainda mais destaque após a polêmica decisão da fábrica dos energéticos de castigar Kvyat com um rebaixamento para a Toro Rosso e promover o piloto que tem apenas 24 GPs na carreira ao posto de titular do time principal.
O QUE ESTÁ POR TRÁS DO RECENTE NOTICIÁRIO SOBRE SCHUMACHER