carregando
F1

Briatore diz que Schumacher enfrentou adversários mais fortes que Hamilton

Flavio Briatore, antigo chefe de Michael Schumacher na Benetton, sente que o grid da Fórmula 1 era mais forte nos anos 1990 e 2000 do que na atualidade. O dirigente vê Lewis Hamilton capaz de pilotar “como um taxista”, tamanha a vantagem

Grande Prêmio / Redação GP, de Berlim
Michael Schumacher é o maior campeão da história da Fórmula 1, com Lewis Hamilton imediatamente atrás. Só que seus respectivos títulos não foram conquistados com o mesmo nível de dificuldade, avalia Flavio Briatore: de acordo com o ex-chefe de equipe, Schumacher enfrentou adversários bem mais fortes que os de Hamilton no grid atual.
 
“O Michael [Schumacher] estava lutando contra gente grande, como o Senna”, recordou Briatore, entrevistado no podcast ‘Beyond the Grid’. “É preciso reconhecer que a concorrência era dura quando o Michael chegou. Você fala de gente como o Mansell, você fala de gente como o Senna”, seguiu.
Flavio Briatore comparou a F1 antiga com a atual (Foto: Xavi Bonilla/Grande Prêmio)
Briatore foi chefe da Benetton ao longo dos anos 1990, justamente quando Schumacher se consolidou como piloto de ponta e alcançou os dois primeiros títulos mundiais. O dirigente também estava presente no paddock nos primeiros anos de Lewis Hamilton – quando o britânico começou a vencer pela McLaren, o italiano chefiava a Renault.
 
“A concorrência é menor agora”, frisou. “Você tem dois pilotos, três pilotos… é menos do que antes. Contra o Hamilton, ninguém coloca pressão sobre ele. Quando alguém se aproxima do Schumacher, ele erra. Quando alguém se aproxima do Alonso, ele erra. Todo mundo erra. Se ele [Hamilton] está dirigindo como um taxista e vencendo tudo, é porque é um ótimo piloto, fantástico. Mas o Hamilton é uma de duas estrelas na F1, que são Hamilton e Verstappen”, seguiu.
 
Hamilton já acumula seis títulos mundiais, tendo um a menos que Schumacher. O britânico tem a chance de empatar com o alemão em 2020 – isso se a temporada de fato acontecer, superando a ameaça constante do coronavírus. A previsão atual é de que o campeonato se inicie em junho, com o GP do Canadá. A temporada deve ter entre 15 e 18 provas.
 
COMO SE PREVENIR DO CORONAVÍRUS:
 
☞ Lave as mãos com água e sabão ou use álcool em gel.
☞ Cubra o nariz e boca ao espirrar ou tossir.
☞ Evite aglomerações se estiver doente.
☞ Mantenha os ambientes bem ventilados.
☞ Não compartilhe objetos pessoais.


 
Paddockast #53
TÉO JOSÉ - O HOMEM QUE 'NÃO PERDE MAIS'


Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM


Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.