FE

Senado veta traçado atual do eP de Berlim, e F-E se aproxima de retorno ao Aeroporto de Tempelhof em 2016/17

O senado da cidade de Berlim vetou a realização do eP alemão na área urbana. Agora a F-E se aproxima de retornar ao Aeroporto de Tempelhof, palco da corrida de 2015

Warm Up / Redação GP, de Porto Alegre
 
Um embate político está próximo de sacramentar o palco do eP de Berlim de 2017. O senado da cidade de Berlim – formado por oito senadores, todos indicados pelo prefeito – votou contra a realização da corrida no traçado de 2016, que atravessa o coração da cidade. Assim, a F-E está próxima da anunciar o retorno ao Aeroporto de Tempelhof, que recebeu a corrida de 2015.
 
Os senadores não votaram contra a realização do eP de Berlim, mas se incomodaram com as consequências de disputar uma corrida no centro de uma cidade. Fechamento de ruas e restrições impostas aos moradores são citados como principais problemas do formato atual da prova.
Tempelhof está próximo de voltar ao calendário da F-E (Foto: F-E)
“Estamos em constante diálogo, cooperando com autoridades locais para determinar a localização final da corrida. Somos gratos ao interesse contínuo e apoio do prefeito para realizar uma corrida na cidade de Berlim”, disse um representante da F-E.
 
O circuito de Tempelhof é uma alternativa elogiada pela F-E. A categoria tentou correr por lá em 2016, mas esbarrou na crise de refugiados enfrentada pela Alemanha – o aeroporto virou abrigo para imigrantes sírios. A instalação, que recebe diversos eventos, voltou a ser liberada recentemente.
 
O eP de Berlim de 2017 está marcado para 10 de junho. Após duas corridas da temporada 2016/17, Sébastien Buemi lidera – o campeão vigente venceu os dois ePs do final de 2016.