carregando
Endurance

Fiscal de pista atingido por Davison em acidente na etapa de Detroit da United SportsCar deixa hospital

O homem atingido pelo australiano James Davison durante a etapa da United SportsCar em Detroit deixou o hospital apenas uma semana após o acidente. O homem teve costelas quebradas e fraturas múltiplas

Warm Up / Redação GP, de São Paulo
O fiscal atingido durante um forte acidente na etapa de Detroit da United SportsCar foi liberado do hospital pouco mais de uma semana após ser internado. Nesta segunda-feira (8), o homem que não foi identificado e teve fraturas múltiplas, costelas quebradas e perfuração no pulmão conseguiu voltar para casa.
 
Jan Heylen, pilotando o Porsche 911 GT America #58, escapou e foi parar na barreira de pneus da curva 1 perto do final da prova - chovia no traçado de Belle Isle. Imediatamente, os fiscais começaram a agitar a bandeira amarela e a trabalhar na área do impacto, com claro objetivo de liberar o circuito.
 
Logo em seguida, entretanto, a bandeira quadriculada encerrou a corrida, mas o veículo de segurança e os fiscais ainda estavam no traçado, quando o carro de James Davison perdeu o controle, atingiu com força a traseira do veículo de segurança e foi parar no muro. Mais dois carros da classe GT se envolveram no acidente. Todos os pilotos saíram ilesos.
A IMSA, responsável pela categoria, informou que o fiscal atingido por Davison já foi liberado e voltou para casa.
 
“A IMSA foi informada que o fiscal atingido na Belle Island foi liberado do hospital e já voltou para sua casa”.
 
Aquele havia sido o segundo atropelamento em que Davison se envolvia em uma semana. No dia 24, durante as 500 Milhas de Indianápolis, o inglês foi atingido dentro dos boxes por Pippa Mann, voltou-se em direção ao local onde a Dale Coyne trocava os pneus de Tristan Vautier e acertou dois mecânicos. Um deles precisou passar por cirurgia nas duas pernas.