Endurance

Em grande atuação, quarteto de Derani surpreende e vence 24 Horas de Daytona. Barrichello termina em segundo

Pipo Derani venceu as 24 Horas de Daytona em grande estilo. O brasileiro teve ótimo ritmo e segurou boa vantagem para Max Angelelli no fim para triunfar ao lado de Scott Sharp, Ed Brown e Johannes Overbeek

Warm Up / Redação GP, de São Paulo
Pipo Derani comandou a vitória do protótipo #2 nas 24 Horas de Daytona. Ao lado de Ed Brown, Johannes van Overbeek e Scott Sharp, o brasileiro da ESM teve grande atuação e levou a melhor em disputa com o #10, que tinha em seu quarteto Rubens Barrichello.
 
Derani classificou na segunda colocação e foi quem fez o stint final, chegando com 26s1 de vantagem para Max Angelelli, que comandou o #10 na parte final da tradicional prova de endurance norte-americana.
Pipo Derani comandou a vitória do #2 em Daytona (Foto: Getty Images)
A terceira colocação ficou com o #90, que teve o piloto da Indy Ryan Hunter-Reay em um último longo e inspirado stint, ficando na mesma volta do vencedor da corrida. Em quarto lugar cruzaram o brasileiro Christian Fittipaldi, Filipe Albuquerque, João Barbosa e Scott Pruett.
 
No fim da corrida, Derani mostrou-se bastante emocionado: "Não tenho palavras. Foi fantástico ter vencido minha primeira corrida nos EUA", disse.
Pipo Derani, Scott Sharp, Ed Brown e Johannes Overbeek vencem 24 Horas de Daytona (Foto: Reprodução/Twitter)
Na GTLM, uma disputa muito acirrada decidiu a vitória a favor do Corvette #4. Oliver Gavin, já nos metros finais, superou o outro carro da equipe, guiado por Antonio García. Gavin comemorou o triunfo ao lado de Tommy Milner e Marcel Fässler. 
 
A terceira posição da categoria foi para a Porsche. Earl Bamber, Michael Christensen e Fred Makowiecki, também com bom ritmo quase a prova inteira, asseguraram o posto.
 
Dois brasileiros chegaram com destaque na GTLM: com a Ferrari, Daniel Serra ficou em quarto na categoria e décimo no geral, enquanto Augusto Farfus foi o quinto na classe e 11º na tabela final.
 
Oswaldo Negri abandonou a disputa durante a madrugada, tendo chegado a liderar considerável parte da corrida. Tony Kanaan, no protótipo que defendia a vitória, também deixou a disputa após o companheiro Kyle Larson bater o Ford Ganassi na barreira de pneus.
A chegada de Gavin e García foi apertadíssima (Foto: Reprodução)
O DeltaWing teve uma atuação bastante destacada na corrida. Katherine Legge liderou a corrida, mas o time não conseguiu chegar ao fim, abandonando quando Andy Meyrick acertou um protótipo que estava parado na pista.
 
A Prototype Challenge teve uma disputa conturbada, com a JDC-Miller saindo vitoriosa. Stephen Simpson, Chris Miller, Kenton Koch e Misha Goikhberg terminaram quatro voltas na frente do restante dos competidores da classe.
 
Quase sem combustível nos metros finais e pressionado, René Rast levou a Audi ao triunfo, vencendo na GTD ao lado de Andy Lally, Marco Seefried e John Potter.