Stock Car
04/08/2018 18:35

Na base da superação, Reis leva Academia Shell Racing à vitória na Stock Light em Goiânia

Correndo ‘em casa’ neste fim de semana, o brasiliense Raphael Reis faturou sua primeira vitória como representante da Academia Shell Racing. Na tarde deste sábado, o dono do carro #77 assumiu a vice-liderança da Stock Light horas depois de bater ao ser atingido por um oponente
Warm Up, de Goiânia / FERNANDO SILVA, de Goiânia
 Reis triunfou pela segunda vez em Goiânia. Desta vez, na base pura da superação (Foto: Fábio Davini)
A quarta etapa da temporada 2018 da Stock Car foi aberta na tarde deste sábado (4), em Goiânia, e teve um novo vencedor no campeonato. Raphael Reis, que largou da sexta colocação, fez uma prova de superação depois de ter lidado, inclusive, com um acidente no segundo treino livre, realizado no começo desta manhã. Foi a primeira vitória do piloto brasiliense, que desde o início do ano representa a Academia Shell Racing.
 
Reis perdeu posições no início da prova, que foi marcada pelo forte calor, mas conseguiu se recuperar ao longo da disputa, que teve duração de 29 voltas, para subir ao topo do pódio. O brasiliense ainda foi brindado pelo infortúnio de fortes adversários, como o pole Pedro Cardoso.
 
Conterrâneo de Reis, Cardoso largou na pole-position, mas perdeu a ponta na terceira volta por conta da primeira intervenção do safety-car em razão de um incidente envolvendo Pietro Rimbano e Gabriel Robe, que abandonou. A liderança acabou com Marcel Coletta, destaque no treino desta manhã, mas também levou azar com o pneu dianteiro esquerdo furado. Imediatamente, o jovem da Cimed perdeu velocidade. Pedro tentou desviar, mas acertou a dianteira do carro do oponente, resultando no fim da sua corrida.
A primeira: Reis triunfa pela Academia Shell Racing na Stock Light (Foto: Fábio Davini)
Coletta ainda voltou para o embate, mas já estava fora de qualquer possibilidade de vencer. Reis, logo após a saída do segundo safety-car, foi quem mostrou o ritmo mais forte e conseguiu superar com autoridade seus adversários. No fim, Raphael deixou Rimbano para trás e confirmou uma vitória que veio na base da superação por tudo o que viveu neste sábado.
 
“Foi um dia especial na minha vida, que eu não vou esquecer nunca. Não tivemos uma sexta-feira tão boa, mas sabíamos que tínhamos potencial para ter um carro competitivo. Hoje, no segundo treino, quando as coisas começaram a encaixar, houve um acidente, bateram no meu carro. Ficamos um pouco desacreditados, mas a equipe deixou o carro impecável”, vibrou.
 
“Desde a largada, sabia que tinha carro para buscar a vitória. Era só saber o momento certo de atacar e usar os pushes. A equipe fez um excelente trabalho, o carro estava muito bom. Obrigado à equipe e à Shell pelo apoio”, destacou o brasiliense, que venceu pela segunda vez pela categoria de acesso à Stock Car, a segunda em Goiânia.
 
Rimbano cruzou a linha de chegada em segundo, a 1s476 do vencedor. Entretanto, pouco depois, o piloto do carro #17 foi desclassificado em razão do acidente que envolveu Robe. Assim, o segundo lugar foi herdado por Enzo Bortoleto, enquanto Gustavo Frigotto completou o top-3. O veterano Pedro Boesel faturou o quarto lugar, sendo seguido por Gustavo Bandeira e Gustavo Myasava. Lucas Daleffe confirmou o sétimo posto, à frente de Murilo Coletta, Luiz Floss e Tuca Antoniazzi, que vai abrir o grid de largada da corrida 2 em razão da regra do grid invertido.
 
A corrida 2 da Stock Light vai fechar a programação deste domingo em Goiânia, que compreende também a disputa de mais uma prova do Brasileiro de Marcas e da Corrida do Milhão da Stock Car. A largada está prevista para 12h50 (horário de Brasília).