Stock Car

Comissão Disciplinar do STJD suspende Marcos Gomes por 1 ano por antidoping positivo na Stock Car

Flagrado no exame antidoping na etapa do Velopark da Stock Car, Marcos Gomes foi julgado nesta quarta-feira (22) e suspenso das competições automobilísticas por um ano. A substância por ele utilizada não foi revelada. O piloto vai recorrer

Warm Up / RENAN DO COUTO, de São Paulo / JULIANA TESSER, de São Paulo / FAGNER MORAIS, de São Paulo

Em julgamento realizado na noite desta quarta-feira (22), no Rio de Janeiro, o piloto Marcos Gomes, da equipe Medley-Full Time, foi suspenso das pistas por um ano pela Comissão Disciplinar do STJD, a primeira instância da justiça desportiva no automobilismo brasileiro. O motivo foi o teste positivo no exame antidoping da etapa do Velopark da Stock Car, no início de maio. A informação foi confirmada ao Grande Prêmio pela assessoria de imprensa da equipe.

A essa decisão, cabe recurso, que será interpolado por Gomes. No entanto, o piloto está fora da sétima etapa da temporada da Stock Car, que acontece neste domingo (26), em Salvador. A CBA (Confederação Brasileira de Automobilismo) ainda depende de um documento para oficializar a suspensão, segundo relatou ao GP. Horas depois, a entidade informou à reportagem que Gomes não solicitou contra-prova e que o recurso deve ser julgado em até 30 dias. Até lá, a substância não será divulgada, para preservar a imagem do piloto. Mantida a suspensão, aí sim a substância ilegal encontrada no exame será tornada pública.

Gomes foi flagrado no exame realizado na etapa do Velopark (Foto: Duda Bairros/ Vicar)

Equipe Medley-Full Time dispensa Marcos Gomes diante de caso de doping

Gomes fora afastado preventivamente das competições por 30 dias em 18 de julho, assim que a CBA alegou ter recebido o resultado do exame do laboratório canadense Armand-Frappier. Com a decisão judicial, o piloto agora cumprirá mais onze meses de pena, caso o veredicto não seja revertido pelo STJD, a segunda e última instância.

A equipe Full Time ainda não tem um nome definido para ocupar o lugar de Gomes em Salvador, mas, de acordo com sua assessoria, tem as negociações encaminhadas. Dada a indefinição da situação de Gomes, o acordo valerá, a princípio, apenas para a corrida baiana.

Este é o segundo caso de doping registrado na Stock Car na temporada de 2012. Na semana passada foi confirmada pelo STJD a suspensão de dois anos aplicada ao piloto Alceu Feldmann, da Shell-WA Mattheis, que se recusou a se submeter ao exame antidoping também na etapa do Velopark.

Diferentemente do que acontece com Gomes, porém, Feldmann não perdeu nenhuma corrida da Stock Car entre sua primeira suspensão, preventiva, e a decisão final do STJD. Após o julgamento da Comissão Disciplinar, Feldmann conseguiu um efeito suspensivo que lhe permitiu competir na etapa de  Londrina.

Marcos Gomes ocupa a décima posição no campeonato, com 56 pontos somados em seis corridas. Os melhores resultados do piloto do carro 80 foram dois quintos lugares, obtidos nas etapas de Curitiba e de Ribeirão Preto.