MotoGP
17/05/2018 12:21

Lorenzo descarta ano sabático e foca em seguir na Ducati: “Nunca tirei da cabeça terminar aquilo que comecei”

Jorge Lorenzo negou que planeje tirar um ano sabático em 2019 e reiterou seu desejo de seguir na Ducati. O #99 sublinhou que quer terminar aquilo que começou
Warm Up
Redação GP, de São Paulo

Jorge Lorenzo voltou a manifestar o desejo de seguir na Ducati. O espanhol negou que planeje tirar um ano sábado em 2019 e reforçou que quer terminar o que começou ao sair da Yamaha.
 
20º colocado na classificação do Mundial de Pilotos, Lorenzo somou apenas seis pontos nas quatro primeiras corridas do ano e sabe que precisa mostrar velocidade para merecer a renovação de seu contrato.
 
Com os anúncios de Suzuki e Aprilia, que nesta quinta-feira (17) anunciaram a renovação dos contratos de Álex Rins e Aleix Espargaró, a Ducati é a única das seis fábricas do grid que ainda tem seu time totalmente em aberto.
Jorge Lorenzo segue focado em seguir na Ducati (Foto: Ducati)
“Nunca tirei da cabeça terminar aquilo que comecei. E sigo assim”, garantiu Lorenzo. “Por circunstâncias, não pôde ser. A prioridade é conseguir bons resultados para estar em uma melhor posição para negociar”, defendeu. 
 
“Não acho que exista a possibilidade de tirar um ano sabático. Quando parar, vou parar para não voltar”, assegurou. “Como seu agente, você conversa, mas eu não posso fazer mais do que ser o mais rápido possível”, considerou.
 
No fim de semana em Jerez, Lorenzo mostrou boa performance, mas não pontuou depois de um incidente que também envolveu Dani Pedrosa e Andrea Dovizioso. Na sequência, a Ducati testou na pista andaluz e em Mugello, e agora Jorge aposta em um novo passo à frente.
 
“Chego muito convencido, muito contente, sobretudo depois das peças que a Ducati levou para Jerez”, disse Lorenzo. “Lá eu fui muito rápido, com exceção das Honda, que foram um pouco mais rápidas. Eu também tive a possibilidade de testar esse chassi na pré-temporada. Em Mugello, foi a ocasião. É muito similar e melhora um pouco nos pontos que mais me custam”, explicou.
 
Apesar de estar satisfeito com o novo chassi, Lorenzo ainda não decidiu qual vai usar na corrida deste fim de semana.
 
“Vou provar os dois chassis e vamos ver”, contou. “Acho que podemos começar a colher os frutos do trabalho realizado”, opinou. 
 
“Eu gosto mais da moto deste ano do que da moto do ano passado”, assegurou. “O importante é sermos tão competitivos quanto em Jerez e acho que é possível ser rápido aqui com a Ducati se as condições forem estáveis”, encerrou.

A NOVA ESTRELA DA FÓRMULA E

DECISÃO DE MASSA PELA FE É OUSADA, CORAJOSA E MUITO SEGURA


Últimas Notícias
quinta-feira, 17 de maio de 2018
Stock Car
Stock Car
F1
MotoGP
MotoGP
Warm Up
F-E
MotoGP
MotoGP
F1
F1
F1
MotoGP
MotoGP
F-E
Galerias de Imagens
Facebook