MotoGP
05/08/2018 06:50

Di Giannantonio estraga festa de Kornfeil em casa e conquista GP da Tchéquia acirrado da Moto3

Fabio Di Giannantonio se mostrou fortíssimo nas voltas finais do eletrizante GP da Tchéquia da Moto3 e não deu chances. Ao contrário, aproveitou os erros dos rivais, especialmente do piloto da casa Jakub Kornfeil, para conquistar a vitória na primeira corrida do Mundial de Motovecidade, neste domingo (5), em Brno. Aron Canet ainda foi o segundo, à frente de Kornfeil
Warm Up / EVELYN GUIMARÃES, de Leipzig / NATHÁLIA DE VIVO, de São Paulo
 Fabio Di Giannantonio (Foto: Gresini)
Como de costume, a Moto3 se apresentou acirradíssima da primeira à última volta, sendo impossível apontar um vencedor até a linha de chegada. Desta vez, coube a Fabio Di Giannantonio se mostrou frio o bastante e concentrado o suficiente para tirar proveito dos erros dos adversários para manter a liderança até o final e, enfim, celebrar sua primeira vitória no Mundial. E para chegar lá, o italiano travou uma dura luta contra Jakub Kornfeil, que corria atrás de um triunfo histórico diante de sua torcida, mas uma saidinha da trajetória no giro derradeiro acabou tirando o piloto da casa da briga. Valente, o #84 ainda foi ao pódio com o terceiro lugar. Mas a vitória ficou mesmo nas mãos de Fabio, da Honda e da Gresini.

Aron Canet, sempre perigoso, apareceu no fim para se infiltrar na briga da ponta e foi capaz de conseguir o segundo posto. Enea Bastianini ainda cruzou na quarta posição, logo à frente de Gabriel Rodrigo, que chegou a liderar boa parte da corrida. Marco Bezzecchi foi o sexto, enquanto Marcos Ramírez terminou em sétimo. Albert Arenas e Lorenzo Dalla Porta completaram os dez primeiros.

No campeonato, Bezzecchi agora assume a liderança, com 133 pontos, também beneficiado pelo fato de Jorge Martín não disputou a prova em Brno devido às lesões adquiridas em função de um acidente ainda na sexta-feira. Mesmo assim, o espanhol aparece apenas três pontos atrás do italiano. Di Giannantonio é terceiro, mas vem 17 tentos atrás do líder. Canet e Bastianni formam os cinco primeiros.

A próxima etapa da Moto3 acontece na Áustria, no dia 12 de agosto.
Di Giannantonio conquista sua primeira vitória (Foto: Reprodução)
Saiba como foi o GP da Tchéquia da Moto3:
 
A Moto3 foi a primeira classe a ir para a pista na manhã do domingo. Assim como todo o restante do final de semana, o tempo seguia firme e com calor marcando presença. O termômetro marcava 29ºC, com o asfalto atingindo 37ºC.
 
Quem largou da pole-position foi Jakub Kornfeil. Único tchequo a competir na temporada inteira, era a primeira vez que saia da posição de honra do grid – e em frente a sua torcida caseira. A prova desse final de semana ainda marcou sua 155ª, tornando-o o piloto mais experiente do grid. 
 
Saindo da segunda colocação, John McPhee contava com o bom currículo que tem no circuito na classe. Afinal, é um dos dois únicos pilotos que já tem uma vitória em Brno, ao lado de Niccolò Antonelli.
 
Jorge Martín, líder da classificação, não participou da corrida. Ainda no primeiro treino livre, o espanhol sofreu uma queda e fraturou seu braço esquerdo. Essa não é a primeira vez que fica de fora, já em que 2017 também não alinhou no grid por ter quebrado sua perna direita.

A escolha de pneus de todo o grid foi unânime. Todos os pilotos optaram por borracha dianteira e traseira média.
 
Quando a largada foi liberada, Jakub logo tratou de manter-se na ponta do pelotão. Na primeira curva, McPhee tentou superar o #84, mas sem sucesso. Ramírez aparecia em segundo e Rodrigo, que saiu muito bem, ficou em terceiro.
 
Mas Gabriel não estava satisfeito em ficar apenas no terceiro posto e já no segundo giro tratou de colocar ao lado de McPhee e, de forma certeira, conquistar o segundo degrau do pódio. Na ponta, Kornfeil já tinha um bom respiro.
 
Mais para trás, Di Giannantonio também vinha escalando o pelotão aos poucos. No segundo giro da corrida, já aparecia na quarta colocação, conseguindo tomar a posição de Ramírez. No entanto, o #42 deu seu troco e fez uma ultrapassagem dupla, aparecendo em terceiro.
 
Com 16 voltas para o fim, então, Kaito Toba protagonizou uma forte queda na prova. O piloto japonês acabou escapando na curva e deu algumas piruetas, parando caído na brita. A equipe médica logo o atendeu e o retirou de maca da pista.
 
Marco Bezzecchi, o vice-líder da classificação, vinha apresentando final de semana bastante discreto em Brno. Com três giros completados, ele aparecia apenas em 11º, sem aproveitar muito Martín não estar na corrida.
 
Mais para frente do pelotão, Korfeil ainda seguia na ponta, mas em um erro na curva 1 acabou perdendo algumas posições. O piloto agora era o quinto colocado, enquanto Ramírez era o primeiro, seguido por Canet, Rodrigo e McPhee.

A briga pela liderança estava pegando fogo na Tchéquia. Canet era quem ponteava o pelotão, mas seguia pressionado pelo #17. Ramírez seguia a dupla de perto, enquanto Foggia começava a entrar na disputa. O #10 perseguia o #42, que tentava fechar a porta.
 
Dennis, então, em um lance incrível, conseguiu fazer uma ultrapassagem dupla e se catapultar para a segunda colocação. Enquanto isso, McPhee assumia a primeira colocação, enquanto o #42 era o terceiro, mas logo passaria o #10 e tomava o segundo posto. Arón, então, caiu para quinto, atrás de Oettl.
 
Com 10 voltas para o final, Foggia era quem liderava a corrida. Quem vinha em segundo era Ramírez, com Rodrigo, Oettl e Arenas completando o rol dos cinco melhores do momento. Entretanto, não demorou muito e Di Giannantonio tomou o quinto posto.
 
Então, um forte golpe de má sorte para McPhee. Constantemente nas posições da ponta, o inglês acabou levando uma queda em Brno e vendo sua corrida terminar de fora prematura. O competidor saiu andando do traçado.
 
Enquanto isso, Di Giannantonio era o novo líder da corrida, enquanto Foggia acompanhava o #21 de perto. Rodrigo tentava acompanhar o ritmo da dupla enquanto segurava as investidas de Kornfeil, com Oettl em quinto.
 
Mas então, em uma ultrapassagem quádrupla, Philipp tratou de tomar a primeira colocação do pelotão. O tcheco veio junto do alemão, vindo em segundo, enquanto Gabriel conseguia o degrau mais baixo do pelotão.
 
Com seis posições para o fim, o pole-position retomava sua primeira colocação. Jakub superava o #65, mas não ficaria por muito tempo. O #21 tomava a primeira colocação, mas via Oettl superá-lo novamente.
 
Faltavam quatro voltas para a bandeira quadriculada da movimentada corrida e quem estava na ponta era Fabio, que havia acabado de tomar a primeira posição de Kornfeil. Rodrigo, Oettl e Canet completavam o top-5.

As coisas seguiam totalmente abertas nos últimos giros da corrida. Oettl aparecia agora no degrau mais alto do pódio, enquanto o #21 fazia uma ultrapassagem dupla e trazia Canet junto, jogando Kornfeil para o quarto posto. Pouco depois, o italiano da Gresini era o novo líder.
 
Jakub estava empenhado em conseguir um pódio em frente a sua torcida caseira. Ele aproveitava para ultrapassar Philipp e depois, encontrando vácuo na reta principal, superou de uma vez o #21 e o #44 para retomar a ponta.
 
A última volta seguia tudo movimentado. Nos metros finais, Kornfeil e Di Giannantonio disputavam metro a metro, curva a curva. Perto do fim, o #21 tomou a pnta e Jakub caia para terceiro, com Canet separando os dois.
 
Após a última disputa pegar fogo em Brno, Fabio Di Giannantonio conquistou, enfim, sua primeira vitória na Moto3. Arón Canet apareceu na segunda colocação, com o tcheco Jakub Kornfeil completando o pódio em casa.
 
Moto3, GP da Tchéquia, Brno, Corrida:

1 F DI GIANNANTONIO Gresini Honda 39:09.124 17 voltas
2 A CANET Estrella Galicia 0,0 Honda +0.112  
3 J KORNFEIL Prüstel KTM +0.339  
4 E BASTIANINI LEOPARD Honda +0.560  
5 G RODRIGO RBA KTM +0.771  
6 M BEZZECCHI Prüstel KTM +0.896  
7 M RAMÍREZ Worldwide KTM +1.030  
8 P OETTL Schedl GP Honda +1.097  
9 A ARENAS Ángel Nieto KTM +2.034  
10 L DALLA PORTA Leopard Honda +2.056  
11 N ANTONELLI SIC58 Honda +2.093  
12 D FOGGIA VR46 KTM +2.359  
13 K MASAKI RBA KTM +2.517  
14 T SUZUKI SIC58 Honda +2.616  
15 T ARBOLINO Snipers Honda +2.770  
16 N ATIRATPHUVAPAT Asia Honda +3.674  
17 J MASIÁ Worldwide KTM +4.618  
18 A LÓPEZ Estrella Galicia 0,0 Honda +4.870  
19 N  BULEGA VR46 KTM +4.942  
20 A MIGNO Ángel Nieto KTM +4.954  
21 V PEREZ Avintia KTM +12.923  
22 A SASAKI Petronas Honda +12.942  
23 D BINDER Red Bull KTM Ajo +12.956  
24 F SALAC Cuna de Campeones KTM +41.511  
25 A NORRODIN PETRONAS Honda +1 volta NC
26 S NEPA CIP KTM +4 voltas NC
27 J MCPHEE CIP KTM +9 voltas NC
28 K TOBA Asia Honda +16 voltas NC